Estudo reforça a importante relação entre Depressão e Doença de Alzheimer

89

Estima-se que 47 milhões de pessoas em todo o mundo viviam com demência em 2015 e espera-se que esse número dobre a cada 20 anos para quase 132 milhões em 2050. (Se para você o termo demência ainda não é totalmente esclarecido, recomendamos que leia O que é demência?)

É amplamente reconhecido que o início da demência na doença de Alzheimer (DA) pode ser modificável pelo gerenciamento de fatores de risco. Embora alguns dos sintomas de demência sejam tratáveis ​​por um período restrito de tempo, atualmente não podem ser curados nem substancialmente estabilizados ao longo do tempo. E, por isso mesmo, vale tanto a pena falar em gerenciar os fatores de risco.

Embora várias diretrizes recentes e ensaios de intervenção de vários domínios sobre prevenção do declínio cognitivo abordem fatores de estilo de vida e doenças de risco, como hipertensão e diabetes, falta sistematicamente uma referência especial ao fator de risco estabelecido de depressão ou sintomas depressivos.

Evidências crescentes mostram que a depressão, que é uma condição tratável, é um fator de risco para demência. No entanto, o reconhecimento da depressão no contexto da prevenção da demência ainda não foi alcançado. As diretrizes da OMS publicadas sobre redução do risco de declínio cognitivo e demência concluem que há evidências convincentes para a associação de depressão e risco de demência, mas faltam dados sobre a eficácia do tratamento da depressão na redução do risco de demência, o que impede a recomendação do tratamento da depressão em pacientes com depressão.

Nesse sentido, artigo publicado na Nature revisa estudos epidemiológicos e mecanismos biológicos que relacionam depressão com DA e declínio cognitivo. O artigo defende a mudança da depressão e dos sintomas depressivos para o foco da prevenção do declínio cognitivo e da demência.

Os autores do estudo consideram que o tratamento precoce dos sintomas depressivos pode ter impacto no curso da doença da DA e afetar o risco de desenvolver demência.

Leia também: 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.