O NOVO OcupaMão: tecido de atividades para idosos com demência

0
4

Esse post tem é para você que já tem um OcupaMão ou para você que está interessado e quer entender um pouco mais sobre ele!

O OcupaMão é o tecido de atividades para pessoas com demência em fases mais avançadas. O objetivo é ajudar o cuidador nos momentos de inquietude ou quando o idoso está muito “parado”. Ou seja, é para os desafios comportamentais da demência. Buscando melhorar a experiência para o uso do produto, enviamos um formulário aos compradores e também buscamos conversar com mais profissionais e cuidadores.

Sendo assim, essa reformulação contou com os feedbacks recebidos de profissionais e familiares que usaram a primeira versão. Antes de falar das melhorias, temos que agradecer a todos que responderam nosso questionário e contribuíram compartilhando sua experiência de uso. De forma pessoal queremos agradecer a pessoas que estiveram mais perto: a terapeuta ocupacional Ana Luiza Costa (ReaTo) e Cláudia, filha de Francisquinha, do canal no Youtube “O bom do Alzheimer“.

(Clique aqui e vá na loja do Reab!)

Agora vamos ao que mudou:

Novos itens, mais cores e contrastes!

Esse é o NOVO OcupaMão em sua nova versão!

Todos juntos ajudaram a tornar o OcupaMão com características e itens mais atrativos e seguros. Quer conferir, vamos lá:

Novos itens

Fita grossa vermelha para encaixar nas fitas amarelas. As amarelas podem funcionar também como prendedores de itens como uma gravata, chaveiro, lenço ou terço do idoso.  Qualquer objeto que tenha como preso pode ser usado, desde que não comprometa a segurança, tenha significado e que ele reconheça e goste de interagir. Essa nova possibilidade também permite personalização.

 

  • Estojo” de tecido para guardar itens de interesse do idoso. Lembrando que sempre devem ser itens com significado e seguros (nada de pontas que possam furar, objetos que possam cortar ou confundir com alimentos).

 

  • Mais zíperes e velcros, todos com apoio para ajudar a abrir e fechar.
  • Guizos dentro do tecido com textura para aumentar a segurança.

Se você é um novo usuário, aqui estão informações importantes para o uso: 

Manual OcupaMão

Queremos te ajudar a aproveitar ao máximo, então leia atentamente as informações presentes nesse post e qualquer dúvida, pode nos procurar em nosso whatsapp (81) 99555-6418, combinado?

Antes de tudo, lembre-se:

A pessoa para quem você pensou em usar o OM é única, então vale considerar que independente do diagnóstico, o que importa é saber quem a pessoa é, seus interesses, o que faz ela feliz e principalmente, qual é o significado que esse material terá para ele. O mais importante é perceber qual a melhor forma de uso do material para ele e ir incentivando o manuseio a partir disso.

  • Como usar o tecido?

Você pode colocar apoiado em uma mesa, pendurar em uma parede utilizando os “ganchos” amarelos que você encontra nas extremidades (na “quina”) do tecido; ou ainda, no que chamamos de “formato fronha”, preenchido com um travesseiro. Explicaremos mais sobre o “formato fronha” abaixo. A ideia de preencher com o travesseiro é para que o idoso consiga usar o Ocupamão no colo e possa ver todos os itens do tecido ao mesmo tempo.

1. Ocupamão preenchido com travesseiro

O ocupamão tem um exclusivo “formato-fronha” que permite que ele seja preenchido com um travesseiro da casa do paciente.

2. OcupaMão dobrado

Aqui você pode “seccionar” o OcupaMão em porções, apenas dobrando o tecido e diminuindo os estímulos, facilitando o manuseio e promovendo o interesse.

3. Ganchos do OcupaMão

4. Dobre, guarde e leve para onde quiser

—-

Para o uso inicial com idosos com demência ou uma pessoa com deficiência intelectual importante, recomendamos que você deixe o OcupaMão aberto e visível, se possível preenchido com travesseiro (leia o “Formato-fronha”).

Usando assim, pode despertar mais facilmente o interesse. Caso você perceba que a pessoa apresenta alguns momentos de agitação com as mãos, mexendo na própria roupa ou em outros itens, o cuidador pode aproveitar deste momento para oferecer o Ocupamão direcionando para um movimento com propósito.

  • Quais as partes do ocupamão?

O OcupaMão foi pensado em quadrantes, ou seja, os itens são distribuídos em “quadrados”.

Ao total são seis quadrantes possíveis no OcupaMão

Ele contém partes que envolvem estímulos sonoros (guizos embutidos que produzem som e chamam a atenção), estímulos visuais e “afetivos” (espaço para colocar foto ou imagens significativas para o idoso), sensações táteis (texturas macias, ásperas…), peças funcionais presentes na rotina (zíper, velcro, botões, fechos, cadarços…) e a mais nova “etiqueta” com o dizer “MEU NOME É…”.

Se a pessoa que vai usar o Ocupamão “perde” facilmente a atenção, se dispersando com facilidade, tente usar esses quadrantes, ou seja, o tecido dobrado com uma quantidade menor de itens, variando os estímulos a medida que ele for perdendo o interesse.

Por segurança, os guizos sonoros ficam embutidos na manta.

Dica: Para chamar atenção, você pode balançar os guizos, puxar um velcro ou levar a mão da pessoa até a textura macia ou mais áspera presente no tecido. E, sempre que necessário, voltar a repetir esse processo para voltar a engajá-lo durante o uso.

  • Quando devo usar o “formato-fronha”?

O formato fronha é indicado para usar quando não existe uma superfície de apoio, como por exemplo sentado em um sofá, cadeira de rodas ou poltrona. Pois, quando você preenche o tecido com um travesseiro, ele apresenta mais firmeza e volume,  o que facilita a exploração de todos os itens.

  • O que é o sistema “abre-fecha?”

O sistema “abre e fecha” foi pensado para manter o OcupaMão fechado, diminuindo seu tamanho para guardar e também facilitar para transportar. Assim, pode ser facilmente levado nas viagens ou outros lugares, como para as sessões de terapia ou para casa de um familiar.

É só dobrar em três, colocando as extremidades longitudinais para o centro do tecido. Depois prender o elástico no botão, deixando-o compacto e pronto para guardar ou levar.

  • Durante o uso do Ocupamão sempre é necessário o cuidador estar perto ?

SIM!! Em especial quando quem vai usar são idosos com quadros de demência ou outra condição que precise maiores cuidados e necessidade de manejo quanto à segurança e reengajamento durante o uso, sendo um facilitador durante a exploração.

Lembre-se que o contato com sons e texturas podem ajudar a manter o envolvimento, assim como usar imagens de interesse na aba plástica que cabe uma foto até o tamanho 10x15cm.

Sobre a segurança das partes pequenas, reforçamos as costuras, mas existem peças pequenas como botões e o cuidador deve ser responsável pela supervisãodo idoso para garantir o uso adequado do material.

  • Existe alguma contra-indicação para usar o Ocupamão?

Não existe nenhuma restrição ou contra-indicação para usar o Ocupamão.

  • Como o lugar que estou ajuda ou atrapalha o uso do OcupaMão?

O ambiente pode ser o diferencial para a qualidade da exploração do tecido de atividades. Para garantir um melhor uso, observe os seguintes pontos:

Iluminação: garanta um ambiente claro (bem iluminado), possibilitando uma maior atenção para o tecido.

Busque um local confortável: sempre proponha o uso em ambientes agradáveis e confortáveis para quem vai usar, pense no lugar que ele mais gosta de ficar durante o dia. Esteja também atento à cadeira e principalmente na postura sentada. Aqui, qualquer desconforto ou sensação de insegurança pode travar o uso e desestimular.

Evite distratores: para pessoas com dificuldades em manter atenção, recomendamos que o OcupaMão seja usado em uma superfície clara, sem toalhas de mesa coloridas e sem outros objetos por perto. Também fique atento para desligar aparelhos como televisão, rádio e silencie o celular.

  • Posso lavar meu ocupamão?

Sim, você pode lavar! Mas, nunca coloque seu OM na máquina de lavar, ele é um produto delicado e com peças que possuem extremidades soltas e que podem desprender durante o ciclo da máquina.

Dê preferência a sabão neutro e nunca utilize alvejante, ele pode manchar ou desgastar o tecido, tornando-o mais sensível e frágil. Na parte interna do seu Ocupamão existe uma etiqueta com essas recomendações.

  • Quem criou o ocupamão? E para quem ele foi criado?

O OcupaMão foi idealizado e desenvolvido pela Terapeuta Ocupacional, Ana Leite, e sob o olhar de costura e projetos de Renata Feijó.

O Ocupamão foi testado em idosos com demência com sintomas de inquietação e apatia na Clínica BuscaVida – Cuidados Gerontológicos. E é confeccionado em uma cooperativa de costureiras localizada em Paulista-PE,  Mimo de Mulher.

Se o idoso é atendido por um terapeuta ocupacional, ele pode te orientar de forma personalizada sobre o uso do OcupaMão na rotina de cuidados.

No mais é, obrigada e bom uso.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.