Livro obrigatório: A morte é um dia que vale a pena viver!

285

Sim, é obrigatório. A abordagem da autora é fantástica e a necessidade do tema, em especial para quem trabalha na área de saúde, é extrema. A dica do livro é A morte é um dia que vale a pena viver: E um excelente motivo para se buscar um novo olhar para a vida.

Leia a sinopse:

Em 2012, Ana Claudia Quintana Arantes deu uma palestra ao TED que rapidamente viralizou, ultrapassando a marca de 1,7 milhão de visualizações. A última fala do vídeo, “A morte é um dia que vale a pena viver”, se tornou o título do livro que, desde seu lançamento em 2016, vem conquistando um público cada vez maior.

Uma das maiores referências sobre Cuidados Paliativos no Brasil, a autora aborda o tema da finitude sob um ângulo surpreendente. Segundo ela, o que deveria nos assustar não é a morte em si, mas a possibilidade de chegarmos ao fim da vida sem aproveitá-la, de não usarmos nosso tempo da maneira que gostaríamos.

Invertendo a perspectiva do senso comum, somos levados a repensar nossa própria existência e a oferecer às pessoas ao re dor a oportunidade de viverem bem até o dia de sua partida. Em vez de medo e angústia, devemos aceitar nossa essência para que o fim seja apenas o término natural de uma caminhada.

Completamente revista e ampliada, esta edição é uma bela ode à vida e à humanidade.

Espero que por curiosidade, ao menos, alguns peguem nesse livro e se deem o direito de aprender sobre algo que todos vamos viver na esfera pessoal ou profissional.

Leia mais:

 

 

Artigo anteriorJogo Uno para Pessoas Idosas com Demência!
Próximo artigoSaiba como deixar a casa do idoso mais segura
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

1 COMENTÁRIO

  1. Eu amo o tema. 68 anos e 7 meses de vida…olho pra trás e considero que acertei 70% dos meus propósitos. ..o saldo é positivo….considero que já estou entrando na fase em que tenho de estar ciente de que meu dia vai chegar…, 70 anos chega ano que vem…70% de vida…sendo os 100 anos como meta.
    Todo dia é uma oportunidade de viver e conviver…amo gente…amo rir…amo viver.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.