Como me atualizar sobre saúde e bem-estar no envelhecimento?

0
1

A OMS lançou ano passado o primeiro portal de dados que reúne em um só lugar dados sobre indicadores globais para o monitoramento da saúde e do bem-estar de pessoas com 60 anos ou mais. Isso é bem importante para que a gente possa acompanhar o que tem sido feito pelo envelhecimento.

Os dados incluídos mostram indicadores como: porcentagem de pessoas idosas com 60 anos ou mais; expectativa de vida saudável aos 60 anos; principais causas de morte em pessoas idosas; prevalência de deficiências comuns, como perda de audição e visão; porcentagem de idosos que recebem cuidados de longa duração em instalações residenciais e em suas casas; e a porcentagem de pessoas idosas que vivem em um ambiente amigo do idoso. Também estão incluídos indicadores para monitorar o progresso dos compromissos do governo para promover a saúde e o bem-estar dos idosos.

Os dados no portal são desagregados por idade, sexo e país para permitir uma compreensão abrangente das tendências em diferentes grupos populacionais e para gerenciar melhor o progresso em direção às metas globais. Por meio de mapas, gráficos e tabelas, o portal oferece opções customizadas para visualização e análise dos dados.

(Leia também: Lançamento do Primeiro Relatório Global sobre Ageismo!)

Durante a Década do Envelhecimento Saudável (2020-2030), endossada pela Assembleia Mundial da Saúde em agosto de 2020, o portal permanecerá uma porta de acesso a todos os dados globais relacionados a pessoas idosas produzidos pela OMS, outras organizações internacionais como o UNDESA, o OIT, o Banco Mundial e a OCDE, bem como instituições acadêmicas como o Institute for Health Metrics and Evaluation.

Essas informações fortalecerão a visibilidade das questões relacionadas à saúde e ao bem-estar das pessoas idosas e, em última instância, devem ajudar a informar e impulsionar as políticas e planos nacionais de apoio ao envelhecimento saudável.

Leia mais:

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.