Atividades para crianças: o que terapeutas ocupacionais recomendam para a quarentena?

0
815

O que podemos fazer para suprir as demandas das crianças neste período de isolamento social? O terapeuta ocupacional pode ajudar bastante as famílias a passar por esse processo de reorganização de atividades diárias e compreensão de como, quando, onde e quais as atividades que podemos investir para um dia a dia saudável das crianças. 

Para responder essas questões tão importantes, estamos chamando um time de profissionais para ajudar os pais, familiares e cuidadores na compreensão das melhores conduções nesse momento do isolamento social pela Pandemia pelo COVID-19.

As terapeutas ocupacionais, Emília Lopes e Tatiana (@espacocolabtherapy), nos ajudaram com as seguintes informações:

Em primeiro lugar precisamos entender que as crianças possuíam uma rotina estruturada e essa quebra pode trazer inquietações, desorganização, sono irregular, etc. É legítima a preocupação, mas queremos deixar um recado: Pais, não se cobrem demais! Façam o que está ao seu alcance, nem todos os dias sairá como planejado! Os pais também têm demandas, estão em reestruturação das próprias rotinas. Muitos estão trabalhando home office a alguns ainda necessitam trabalhar fora. Diante disso tudo, tentar manter a tranquilidade e descobrir aos poucos uma organização é fundamental.

Um dos principais pontos que devemos pensar nesse início é em estruturar uma nova rotina. Uma estratégia concreta para ajudar nesse processo é um quadro de rotina com dicas visuais ou escritas (o que for compreensível para a criança). Esse recurso pode ajudar muito a facilitar o entendimento dos pequenos.

Quanto aos horários e atividades, tente estabelecer a hora de dormir e acordar. Os horários das refeições deve tentar ser mantido também (isso com muita gentileza diante das possibilidades do momento dos pais). Os horários/sequência das atividades devem também ser inseridos no quadro. 

Dentro da possibilidade de cada criança e do adulto, coloque nessa sequência a participação em atividades da vida diária. Algumas atividades podem estimular a independência. O treino do desfralde, vestir e despir peças de roupa, escovar os dentes, tomar banho de forma independente? Sugestões de uma supervisão e estímulo que muitas vezes os pais não têm tempo de acompanhar.

Além de atividades focadas na independência, ajudar a mãe a levar as coisa para mesa nas refeições, guardar os brinquedos, arrumar a cama, levar a roupa suja para o cesto e até tirar a roupa do varal. Além de poder ser feito de forma lúdica, pode ensinar muito a criança sobre como a casa funciona, estimular a autoestima e o senso de eficácia.

Leia mais: Atividades em casa ajudam a desenvolver a coordenação motora fina!

No quadro podem estar sinalizados os horários destinados a brincadeira (não necessariamente com a brincadeira) e até os momentos de ócio. Afinal, também é importante deixar claro que temos momentos de pausa; que isso é saudável e necessário.

Autora: Emília Lopes (@espacocolabtherapy) | Terapeuta Ocupacional |  Formação no Conceito Neuroevolutivo Bobath Infantil | Certificação Internacional em IntegraçãoSsensorial (Clasi- collaborative leadership for ayres sensory integration) | Especialista em terapia da mão (IOT/ USP – SP).

Aqui vai um vídeo da TV Reab onde falamos de atividades que acontecem em casa e que pode estimular os pequenos. Com gentileza e autocuidado a gente vai conseguir passar por tudo isso!

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.