Saiba mais sobre impressão 3D: os FAB LABs

2987

Neste post trarei de uma forma mais aprofundada alguns dos conceitos referentes ao universo da impressão 3D. Quem quiser ler os conteúdos mais básicos postados antes, pode clicar aqui!  

A impressão 3D vem sendo apontada como possível responsável de uma nova revolução industrial, e você deve estar pensando o por quê. As impressoras 3D possuem uma grande capacidade de criar objetos, de maneira fácil, com alta capacidade de personalização e customização, em grandes ou pequenas quantidades, gerando um impacto direto na redução de custos do produto. Além de poderem ser produzidos por demanda, outro fator positivo é que esses produtos são sustentáveis, visto que na impressão são usados materiais que podem ser reciclados.

O movimento maker (também conhecido como “Makers”), como o próprio nome, remete ao verbo fazer ou a atuação dos ‘fazedores’. Trata-se de uma mudança do “Do it Yourself” (DiY) (“Faça você mesmo” em português) para o “Do it With Others” (DiWO) (Faça Junto a Outros). Essa mudança de nomenclatura significa um novo modelo de criação, a colaborativa, significa que atualmente qualquer pessoa tem a capacidade de criar, consertar, fabricar seus próprios projetos e compartilhar esses conhecimentos para auxiliar outras pessoas.

Dentro deste contexto, temos os FAB LABS. Criados no MIT, trata-se de uma rede mundial de laboratórios de fabricação digital em que são disponibilizados ferramentas como máquinas de corte a laser, impressoras 3D, softwares de modelagem, digitalizadores 3D responsáveis pela captura de objetos físicos para os meios de modelos digitais, colaborando com a ideia de que qualquer pessoa pode ter a capacidade de criar. Para completar o conceito de Fab Lab, além da disponibilização de ferramentas, há a conexão destes laboratórios de fabricação ao redor do o mundo, possibilitando o compartilhamento de projetos,ideias e conhecimentos.

Pelo Brasil já existem vários Fab Labs.O programa de televisão Fantástico apresentou uma reportagem onde foi mostrado o conceito de Fab Lab, contando inclusive com a participação da Terapeuta Ocupacional Maria Cândida de Miranda Luzo. Na reportagem foi mostrado o processo de criação de uma prótese impressa em 3D para um menino chamado Ítalo, portador de má-formação congênita e que ainda não havia a tido a possibilidade de utilizar órteses. A reportagem, além de demonstrar a importância do uso destas novas tecnologias para a reabilitação, demonstra a importância do acompanhamento de um profissional adequado e de pessoas que possuam o conhecimento destas novas tecnologias, colaborando com a ideia central do movimento maker, o compartilhamento de conhecimento e de ideias.

Para saber se há algum FAB LAB perto de você segue o link
http://redefablabbrasil.org/

Segue o link para quem quiser assistir a reportagem:
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/fab-lab/noticia/2016/03/fab-lab-faca-voce-mesmo-projeto-produz-protese-de-mao-para-garoto.html

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.