Redes sociais e seu papel na reabilitação

0
2396

A influência da internet na vida profissional de qualquer um é indiscutível. Nós da reabilitação, por exemplo, usamos a internet para manter contato com profissionais e notícias de todo mundo. Trocamos experiências e nos atualizamos quanto aos tratamentos inovadores. No entanto, ainda não temos usado todo o potencial da internet em nossos atendimentos. A exemplo dessa realidade vemos o uso das redes sociais, muitas vezes não aceitas: “não gosto, nem pretendo aprender”.

Sobre este tema, o site Star News Online publicou que as redes sociais estão se transformando em mais um passatempo para os idosos e deficientes e, vai além diz que: “… se for aplicada corretamente, ela pode se tornar sua linha de vida social.
Para alguns moradores, em Davis Health Care Center e Assisted Living in Champions Porters Neck, este já é o caso”.

Em Davis foram instalados recentemente computadores equipados com o Skype, um software gratuito que permite aos usuários “ligarem” e verem qualquer um ao redor do mundo usando apenas uma Webcam. Vinte e três pessoas com diferentes habilidades já tem pleno acesso aos computadores e a instituição já tem planos   para a instalação da Internet sem fio em todos os quartos.

Um morador de Davis, Vel Evans, 90 anos, usa esse software para falar com a filha Deb Evans quantas vezes puder. Deb quando questionada quanto ao Skype disse: “O Skype é fantástico uso-o até quando o meu marido e eu estamos ensinando na China.”

No entanto, nem todos em Davis podem usar o computador da forma habitual. Este é o caso de Edsel Odom, 69 anos, que tem seus movimentos de membro superior limitados à um único polegar.  Para escrever, Edsel usa um dispositivo infravermelho montado em um boné de beisebol que o permite usar todos os tipos de redes para comunicação social, incluindo Facebook, Twitter, MySpace e blogs. Edsel Odom relata : “De todas as ferramentas disponíveis, eu gosto mais do MySpace. Você realmente tem a oportunidade de conhecer pessoas lá!”

Pelo jeito, os idosos dos mundo continuam a querer participar do mundo, e hoje a internet e as redes sociais fazem parte do mundo. Aliás, é difícil imaginar o mundo sem eles…

Quer ler direto da fonte? Clica aqui. Ah, e para quem já faz parte “desse novo mundo” e usa twitter aqui estão algumas sugestões para quem que se atualizar sobre o universo do envelhecimento.

Ana Katharina Leite

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.