Jogo de videogame conscientiza sobre Alzheimer

0
1

O reab.es publicou uma grande novidade:

Conscientizar sobre o Alzheimer é uma grande meta de todos aqueles que de alguma forma estão envolvidos com a doença. Isso ocorre de várias maneiras, por meio de livros, filmes, revistas, por meio de sites ou redes sociais como a nossa, por meio de profissionais de saúde, terapeutas ocupacionais, fundações, associações, entre outros. Mas certamente a experiência mais profunda é quando conhecemos pessoalmente um membro da família com demência.

É neste momento que vemos como se desliga da comunicação existente no “mundo real” onde se pergunta, alguém responde. No mundo da doença de Alzheimer em fases posteriores é diferente, a pergunta existe, mas a resposta não é suficiente. A resposta não é processada, embora saibamos que foi dada. Tudo isso pode ser acompanhado por uma reação de raiva, frustração e estresse de comportamentos e perguntas repetitivas. A comunicação entre esses dois mundos, o nosso e o deles, não é fácil.

Mas como tudo isso se relaciona com um console de videogame?

Um videogame chamado ‘Inner Ashes‘, (As cinzas internas) e desenvolvido pela empresa de Madrid Calathea Game Studio, chegará aos consoles PlayStation ao longo deste ano e é focado na doença de Alzheimer. É algo inédito nesse aspecto e seu objetivo é dar visibilidade ao que se sente com essa demência, para um público que pode não ter tido uma experiência próxima no assunto.Não nos surpreende que tenha sido premiado na 6ª Edição dos Prêmios PlayStation pelo trabalho de divulgação e visibilidade às doenças neurodegenerativas.

Sobre o que é o jogo?

É baseado na história de Henry, caracterizado por um ex-guarda florestal com Alzheimer precoce, cuja rotina é interrompida após receber uma carta de sua filha, Enid. O protagonista então embarca em uma jornada introspectiva por diferentes configurações de suas “memórias” para entender sua memória e lembrar o motivo de seu afastamento dela.
O jogador acompanhará nosso protagonista em uma aventura narrativa em primeira pessoa na qual se colocará no lugar de Henry. Assim, você terá que:

Percorra seu subconsciente e desbloqueie suas memórias resolvendo quebra-cabeças.
Descubra o que aconteceu entre Henry e Enid para revelar seu passado.
Viva, pelos olhos de um portador de Alzheimer, as dificuldades do seu dia a dia.
Parece interessante, certo?

Aqui você pode ver o trailer da apresentação narrativa:

 

 

FONTEReab.es
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.