Atividades para idosos no dia dos namorados!

0
3

O Dia dos Namorados é uma data de destaque no calendário porque é um dia para comemorar o amor, não apenas um relacionamento. Podemos celebrar em muitas situações e de diferentes maneiras: com nossa família, nosso melhor amigo, colegas de quarto. Pense nisso ao levar para o idoso atividades sobre esse dia, isto pode te ajudar a personalizar as atividades.

Faz parte dos cuidados com o idoso com disfunção cognitiva inserir informações que auxiliem na orientação do tempo, e as datas comemorativas são sempre um “prato cheio” para isso, certo? Então, vamos deixar algumas dicas que podem ser exploradas durante a terapia ou em casa com o cuidador neste tópico:

1. Lembre-se do tempo de namoro: trabalhe os aspectos físicos e os detalhes sobre como eles se conheceram e amigos em comum; aqui se é possível usar fotos para facilitar o exercício!;

2. Presentes: valem a pena lembrar (no caso de viuvez) presentes que ganhou ou procurar um presente para o seu atual parceiro. Também é uma boa ideia fazer uma caminhada terapêutica para comprar o presente (ou fazer uma compra pela internet, já que estamos nesses tempos de COVID!). Os terapeutas mais “artesãos” podem ajudar o cliente a fazer algo especial: uma carta, um poema ou mesmo uma moldura de foto!;

3. A diferença entre o antes e o agora: aplica-se tanto às diferenças entre o casal e a relação como também à comparação das relações entre o antes e o agora: «os teus netos / filhos parecerem com você, quais são as diferenças?»;

4. Canções românticas: também podem ser utilizadas em uma “sessão de Dia dos Namorados”, escolha canções de amor da sua época ou do casal e faça uma playlist.

5. Planos para esta data: Este também pode ser um tema para trabalhar na sessão, como foi celebrada, se houve algo especial ou momentos românticos, como uma refeição especial para este dia, etc.

Faça com que seja um dia para que não nos esqueçamos de passar o tempo com aqueles que mais amamos.

Feliz Dia dos namorados!

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.