Estrutura da Prática Domínio e Processo: lançamento da 4a edição!

0
71
A quarta edição da “Estrutura da Prática de Terapia Ocupacional: Domínio e Processo (Occupational Therapy Practice Framework: Domain and Process – OTPF-4) é um documento oficial da American Occupational Therapy Association (AOTA). Destinado a praticantes e estudantes de terapia ocupacional, outros profissionais de saúde, educadores, pesquisadores, consumidores, dentre outros, o OTPF – 4 apresenta um resumo de construções inter-relacionadas que descrevem a prática de terapia ocupacional.
Esta edição do OTPF representa o que há de mais moderno nos esforços da profissão para articular claramente o domínio e o processo da terapia ocupacional, ela se baseia em um conjunto de valores que a profissão tem mantido desde sua fundação em 1917. O que poderia ser trazido de forma atual para uma visão que baseada na ocupação, centrada no cliente, contextual e baseada em evidências.
O propósito é fornecer uma estrutura ou base sobre a qual construir um sistema ou conceito. O OTPF descreve os conceitos centrais que fundamentam a prática da terapia ocupacional e constrói um entendimento comum dos princípios básicos e visão da profissão. O OTPF – 4 não serve como taxonomia, teoria ou modelo de terapia ocupacional.
Por definição, o OTPF-4 deve ser usado para orientar a prática de terapia ocupacional em conjunto com o conhecimento e as evidências relevantes para a ocupação e terapia ocupacional nas áreas de prática identificadas e com os clientes apropriados. Além disso, o OTPF-4 pretende ser uma ferramenta valiosa na preparação acadêmica de ferramenta valiosa na preparação acadêmica dos alunos, na comunicação com o público e os formuladores de políticas e no fornecimento de uma linguagem que possa moldar e ser moldada pela pesquisa.
Esse é um documento importante que precisa ser conhecido, discutido e a partir dele construído entendimentos e articulações que ajudarão a todos os interessados a compreender e construir um cuidado melhor para os clientes da Terapia Ocupacional.
A versão ainda não está traduzida para o Brasil (na data deste post), mas já pode ser encontrada no American Jornal of Occupational Therapy (clique aqui!).
Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.