Envelhecendo bem em 2023: Música Calmante 30min ajuda a Pessoa Idosa a Dormir Melhor

110

Um estudo publicado no Journal of the American Geriatrics Society descobriu que ouvir música pode ajudar a pessoa idosa a dormir melhor.

Pesquisadores do National Cheng Kung University Hospital, em Taiwan, combinaram os resultados de estudos anteriores para entender o efeito que ouvir música pode ter na qualidade do sono dos idosos. Seu trabalho sugere que:

Os adultos mais velhos (com 60 anos ou mais) que moram em casa dormem melhor quando ouvem música por 30 minutos a uma hora antes de dormir. A música calma melhora a qualidade do sono dos idosos melhor do que a música rítmica.

Os adultos mais velhos devem ouvir música por mais de quatro semanas para ver o maior benefício de ouvir música.

Por que os adultos mais velhos têm problemas para ter uma boa noite de sono

À medida que envelhecemos, nossos ciclos de sono mudam e dificultam uma boa noite de sono. O que realmente significa ter uma boa noite de sono? Se você acorda descansado e pronto para começar o dia, provavelmente dormiu profundamente na noite anterior. Mas se você está cansado durante o dia, precisa de café para se manter ativo ou acorda várias vezes durante a noite, pode não estar tendo o sono profundo de que precisa.

De acordo com o Instituto Nacional do Envelhecimento, os adultos mais velhos precisam de sete a nove horas de sono por noite.

Mas estudos mostraram que 40 a 70% dos adultos mais velhos têm problemas de sono e mais de 40% têm insônia, o que significa que acordam com frequência durante a noite ou muito cedo pela manhã. Problemas de sono podem fazer você se sentir irritado e deprimido, podem causar problemas de memória e podem até levar a quedas ou acidentes.

Como os pesquisadores estudaram o efeito da música na qualidade do sono dos idosos

Para o estudo, os pesquisadores buscaram estudos anteriores que testaram o efeito de ouvir música em idosos com problemas de sono que moram em casa. Eles analisaram cinco estudos com 288 participantes. Metade dessas pessoas ouvia música; a outra metade recebeu o tratamento usual ou nenhum tratamento para seus problemas de sono. As pessoas que foram tratadas com música ouviram música calma ou rítmica por 30 minutos a uma hora, durante um período que variou de dois dias a três meses. (A música calma tem um andamento lento de 60 a 80 batidas por minuto e uma melodia suave, enquanto a música rítmica é mais rápida e mais alta.) Todos os participantes responderam a perguntas sobre como achavam que estavam dormindo. Cada participante terminou com uma pontuação entre 0 e 21 para a qualidade do sono.

Os pesquisadores analisaram a diferença nas pontuações médias para:

Pessoas que ouviram música comparadas com pessoas que não ouviram música;
Pessoas que ouviram música calma em comparação com pessoas que ouviram música ritmada; e pessoas que ouviram música por menos de quatro semanas em comparação com pessoas que ouviram música por mais de quatro semanas.

O que os pesquisadores aprenderam

Ouvir música calmante na hora de dormir melhorou a qualidade do sono em adultos mais velhos, e a música calmante foi muito melhor para melhorar a qualidade do sono do que a música rítmica. Os pesquisadores disseram que a música calmante pode melhorar o sono, diminuindo a frequência cardíaca e a respiração e diminuindo a pressão arterial. Isso, por sua vez, ajuda a diminuir seus níveis de estresse e ansiedade.

Os pesquisadores também descobriram que ouvir música por mais de quatro semanas é melhor para melhorar a qualidade do sono do que ouvir música por um período de tempo menor.

Limites do Estudo

Os pesquisadores analisaram apenas estudos publicados em inglês e chinês, o que significa que podem ter perdido estudos em outros idiomas sobre o efeito de ouvir música no sono de adultos mais velhos.

Os resultados podem não se aplicar a idosos com doença de Alzheimer ou doença de Parkinson.

Nos estudos que os pesquisadores usaram, as pessoas que ouviram música receberam mais atenção dos pesquisadores do que as pessoas que receberam tratamento padrão ou nenhum tratamento para seus problemas de sono. Isso significa que as melhorias do sono no grupo de musicoterapia podem ser devidas a essa atenção extra.

Como os diferentes estudos usaram diferentes tipos de música, os pesquisadores não conseguiram identificar qual tipo de música calmante melhorou mais o sono.

Todas as pessoas no estudo tinham tipos semelhantes de problemas de sono. Isso significa que ouvir música pode não ajudar pessoas com outros tipos de problemas de sono.

O que este estudo significa para você

Se você está tendo problemas para dormir, ouvir música pode ser uma maneira segura, eficaz e fácil de ajudá-lo a adormecer. Também pode reduzir a necessidade de medicamentos para ajudá-lo a dormir.

Este resumo é de Effect of music therapy on improving sleep quality in older adults: A systematic review and meta-analysis.” – “Efeito da musicoterapia na melhoria da qualidade do sono em adultos mais velhos: uma revisão sistemática e meta-análise”. Ele aparece online antes da impressão no Journal of the American Geriatrics Society. Os autores do estudo são Chia-Te Chen, NP, MS; Yen-Chin Chen, RN, PhD; Heng-Hsin Tung RN, FNP, PhD; Ching-Ju, Fang, MLIS; Jiun-Ling Wang, MD; Nai-Ying Ko RN, PhD; e Ying-Ju Chang, RN, PhD.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.