Embora o sono seja visto como um “problema noturno”, este está diretamente relacionado a como realizamos todas as outras ocupações ao longo do dia. Alguns costumam falar que o sono é a ocupação final e todas as outras atividades, ao longo de 24 horas são afetadas se não dormirmos bem, bem como, o sono também pode ser afetado pelas atividades que realizamos ao longo do dia.

Matéria publicada na The Occupacional Therapy Hub mostrou estudos de caso com algumas pessoas que se disponibilizaram a realizar um acompanhamento com o objetivo de melhorar a qualidade do sono e consequentemente a sua rotina.

Para aqueles que nunca lutaram com o sono, é difícil entender o profundo impacto que os distúrbios do sono têm na vida de uma pessoa. Embora possam ser vistos como um problema noturno, eles têm um impacto significativo – em todo o espectro de 24 horas – em:

  • SAÚDE
  • Emoções
  • Cognição
  • Produtividade
  • Qualidade de vida

No Royal Surrey County Hospital (no Reino Unido), existe uma equipe de três terapeutas ocupacionais, trabalhando em uma clínica ambulatorial do sono do Serviço Nacional de Saúde (NHS) para fornecer avaliação e tratamento comportamental para distúrbios do sono. Enquanto nossa enfermeira respiratória e colegas de fisioterapia fornecem o serviço de distúrbios respiratórios do sono, o foco principal é fornecer tratamento para insônia. Também apoiamos pacientes com distúrbios do ritmo circadiano, insônia concomitante e apneia do sono (COMISA), transtorno de pesadelo e parasônias. Os pacientes variam de 16 a 90 anos e, sem surpresa, muitos têm problemas complexos de saúde médica ou mental, além de seu distúrbio do sono.

Uma das estratégias utilizadas no estudo foi a “Programação do horário de sono”, que embora pareça algo assustador, possui uma eficácia na higiene e qualidade do sono para quem a faz.

Isso exige que um indivíduo já privado de sono sacrifique o sono, se levante em um horário consistente e reduza temporariamente seu tempo total na cama, a fim de aumentar a eficiência do sono. Não surpreendentemente, as habilidades de treinamento em terapia ocupacional são amplamente empregadas, incluindo:

  • avaliando a motivação
  • explicando a lógica
  • incutindo esperança
  • reconhecendo compassivamente as preocupações
  • adaptando a orientação para superar barreiras ou resistência

Pode te interessar:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.