Parkinson e Melanoma, existe uma relação, mas qual??

0
2931
Pessoas com doença de Parkinson têm um risco aumentado de  desenvolver melanoma, uma forma potencialmente fatal de câncer de pele, essas novas descobertas aparecem na revista Neurology.
Perto de 1 milhão de pessoas nos EUA têm a doença de Parkinson, uma doença neurológica progressiva marcada por tremores e dificuldade de movimento.

Os pesquisadores analisaram 12 estudos de pessoas com doença de Parkinson e melanoma. Estes estudos foram realizados entre 1965 e 2010, e a maioria tinha menos de 10 pessoas, com ambas as condições.

Quando comparado com aqueles sem doença de Parkinson, os homens com Parkinson tinham duas vezes mais chances dedesenvolver melanoma. Mulheres com doença de Parkinson tinham 1,5 vezes mais chances de serem diagnosticadas com esta forma de câncer de pele. A doença de Parkinson não foi associada com um aumento do risco de outros tipos de câncer de pele.

Como as duas condições estão exatamente ligadas, não é totalmente compreendido. Inicialmente, houve suspeita de que um remédio chamado levodopa, para o Parkinson, pode ser responsáveis ​​por este risco aumentado, mas isso não foi provado. Pode haver algum fator genético e risco ambiental, que serve como denominador comum entre as duas condições.

Mais pesquisa é necessária para examinar a natureza e os mecanismos dessa relação, a fim de avançar a nossa compreensão sobre as [causas] de ambas as doenças”,concluem os pesquisadores, liderados pelo Honglei Chen, MD, PhD, do Instituto Nacional de Saúde Ambiental Ciências em Research Triangle Park, NC

Fonte :webmd.com

Foto: Jo Andre Johansen

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.