Guia gratuito para melhorar espasticidade na Esclerose Múltipla

3
10379

 

Cerca de 80% das pessoas com Esclerose Múltipla(EM) tem espasticidade. Pensando nisso, uma equipe de especialistas em fisioterapia e em EM desenvolveu um guia de exercícios e recomendações para tratar esse sintoma tão comum, o “Guia de exercícios para melhorar a espasticidade na Esclerose Múltipla“.

A EM pode causar fadiga, perda de equilíbrio e coordenação, espasticidade, distúrbios visuais, alteração cognitivas, dificuldades na fala, tremor, etc. Cada pessoa experimenta uma combinação diferente de sintomas: nem todas as pessoas tem todos os sintomas ou com a mesma intensidade.

A espasticidade é um dos sintomas mais comuns. Pessoas com EM costumam descrever a espasticidade como “sensação de peso ou aperto nas pernas ou braços, como se tivessem vários quilos presos a seus membros“, por isso torna-se difícil elevar os seus pés e pernas do chão ao caminhar. Eles também podem ter a sensação de que suas mãos estão “duros”, tendem a fechá-las e não podem abri-las.

Esse sintoma pode levar à função da bexiga anormal, fadiga, distúrbios do sono, dificuldade de movimento e  nas atividades (como ir ao banheiro, comer, vestir-se …).

No “Guia de exercícios para melhorar a espasticidade na Esclerose Múltipla”  pode-se encontrar informações completas e exercícios práticos explicados com ilustrações para ajudar a entender e a gerenciar a espasticidade.

Algumas das ilustrações que você encontrará no guia são como estas:

Captura de Tela 2015-05-03 às 16.31.56

Quatro fisioterapeutas especialistas em EM da Federación Española para la Lucha contra la Esclerosis Múltiple (FELEM) produziram uma publicação que reúne recomendações de exercícios para lidar com este sintoma comum em pessoas com EM.

Recomendações sobre postura, exercícios de respiração, transferências, alongamento para a espasticidade leve e grave são algumas das questões abordadas ao longo do guia.

Obter a publicação “Guia de exercícios para melhorar a espasticidade na Esclerose Múltipla“.

Autores da publicação:
■ Bartolomeu Irene Gomez. Fisioterapeuta ea equipe de reabilitação coordenador da fundação privada Madrid contra a esclerose múltipla, FEMM. www.femmadrid.org
■ Otxoa Rekagorri Erika. Fisioterapeuta e serviço de fisioterapia responsável pela Associação de Biscaia, ADEMBI esclerose múltipla. www.emfundazioa.org
■ Enric Brunet Monserrat. Fisioterapeuta do Baleares Associação da Esclerose Múltipla ABDEM. www.abdem.es
■ Laura García Ruano. Fisioterapeuta Privada Fundação Madrid contra a esclerose múltipla, FEMM. www.femmadrid.org
Supervisão e assessoria técnica:
■ Sandra Fernandez Villota. Responsável pela comunicação e coordenação de Esclerose Múltipla Espanha – FELEM. www.esclerosismultiple.com

Fonte: www.esclerosismultiple.com

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

3 COMENTÁRIOS

    • Olá Socorro,
      creio que não seja possível fazer o download para o seu computador, mas tão somente visualizá-lo através do referido link. =)
      Abraço!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.