Atividade para memória do idoso: “tem ou não tem na sua casa?”

1440

Em tempos de isolamento social em decorrência da pandemia por COVID-19 precisamos preencher o tempo com atividades significativas que atendam às nossas necessidades diárias de movimento, estímulo às funções mentais e sociais. Obviamente, sem esquecer que fazemos tudo isso também para organização emocional dos idosos e também dos cuidadores e familiares. Estar envolvido em atividade, afasta o idoso de cochilos fora do horário, muito tempo na poltrona ou em frente à TV, hábitos que podem prejudicar a saúde do idoso.

Vamos sugerir hoje um exercício para estimular algumas habilidades cognitivas do idoso, dentre elas a memória. O exercício se chama “tem ou não tem na sua casa?” e foi baseado em um exercício que faz parte do caderno de exercícios para estimulação cognitiva: a família (clique aqui para conhecer).  O interessante é que ele levará o idoso a prestar atenção no seu ambiente domiciliar, fazendo ele e/ou o cuidador até a perceber que a casa pode ser fonte de estímulos que fazem bem ao cérebro.

Para esse exercício você precisará conhecer o ambiente da casa do idoso ou construir frases baseadas no senso comum sobre objetos que tipicamente existem no ambiente domiciliar. Para executar basta usar papel e caneta.

(Leia também: Dicas sobre atividades escritas para idosos com demência!)

Use a frase abaixo para montar as frases:

Tem ou não tem na sua casa (nome do objeto) (nome do cômodo/parte da casa)?

  • Tem ou não tem na sua casa um porta-retrato na sala?
  • Tem ou não tem na sua casa uma televisão na frente do sofá?
  • Tem ou não tem na sua casa um jogo de xadrez no armário do quarto?
  • Tem ou não tem na sua casa uma colcha de retalhos no roupeiro do corredor?
  • Tem ou não tem na sua casa uma fotografia do seu neto?
  • Tem ou não tem na sua casa um liquidificador na cozinha?
  • Tem ou não tem na sua casa um livro de receitas?
  • Tem ou não tem na sua casa uma planta na varanda?
  • Tem ou não tem na sua casa uma fôrma de bolo no quarto?
  • Tem ou não tem na sua casa uma cama na área de serviço?

Queria que vocês agora prestassem atenção nas frases destacadas em laranja. Cada uma das frases não possui um lugar descrito. Essa é uma variação do exercício que pode te ajudar a ir com o idoso procurar pela casa onde tem esse objeto, caso ele responda que sim. E, ao encontrá-lo, vocês podem conversar sobre ele e até planejar para ligar para alguém para mandar uma receita, pedir uma receita ou mostrar a foto do neto. Desta forma, temos um “desdobramento” uma continuidade que pode ser usado em outro horário; isso pode ajudar a organizar a rotina do idoso.

E, a informação mais importante de todo esse texto é essa: faça com gentileza, esse é um momento que você está buscando que o idoso se conecte com o ambiente dele, que ele perceba e use a casa de uma forma diferente. Lembre que nesta época de isolamento pela pandemia o idoso está isolado por um tempo indeterminado, temos que ser mais gentis e empáticos do que nunca!

(Esse exercício foi inspirado no exercício 47 do caderno de estimulação cognitiva “a família em evidência“)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.