Safe365: Um aplicativo para cuidar dos idosos da sua família!

1
301

O envelhecimento é uma mais uma etapa de nossas vidas. Um momento que devemos nos preparar e até ressignificar. Afinal, precisamos aprender que embora existam declínios nas funções e estruturas do nosso corpo, existe o acúmulo de conhecimento e uma expertise acumulada.

Sabemos que o envelhecimento populacional é um movimento mundial e esse desafio se aprensenta para os países de alta, média e baixa renda. Sim, se envelhece diferente nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, mas todos envelhecem. E, o que precisamos cultivar é que nossas ações sejam voltadas a dar qualidade a esse envelhecimento.

O tempo de isolamento pela Pandemia de COVID-19 nos deu (e ainda nos dá) a oportunidade de aprender algo novo ou aprimorar outras habilidades já idosos, como o uso da tecnologia. Muitos idosos não tinham motivação e interesse e nem sabiam fazer uma videochamada, por exemplo, e agora isso está se tornando “lugar comum” em seus cotidianos. E, usar a tecnologia é uma ótima maneira de evitar a solidão e o desânimo que podem ocorrer com o envelhecimento.

Foi pensando na solidão e na ajuda de que a avó necessitaria após a morte do avô, que Guillem Viladomat, empresário andorrano, idealizou a aplicação: Safe365 como alternativa para melhorar a qualidade de vida da avó e poder cuidar dela mesmo que fosse para distância.

Quantas pessoas estão na mesma situação com seus idosos, sejam eles pais, mães, avós ou outros parentes.

Como você vai usar o Safe365?

1. A primeira coisa a fazer é baixar o aplicativo gratuitamente.
2. Verifique o seu número de celular.
3. Adicione as pessoas que você deseja como membros de sua família no Safe365 (pais, avós etc.)
4. Eles receberão um link para baixar o aplicativo no celular.
5. Seus familiares devem concordar em compartilhar suas atividades. Sem o seu consentimento, o Safe365 não permitirá que você interaja com eles.
6. Você está pronto! Você pode proteger e cuidar dos mais velhos.

Imagem mostrando as telas do aplicativo

Com o aplicativo, vocês estarão conectados o tempo todo. É uma forma de ter uma ferramenta que lhes permite saber como estão no seu dia a dia colaborando muito com as famílias. Por meio do aplicativo, os familiares podem saber a localização dos mais velhos, receber alertas de segurança, como saber quando saem de casa, saber o estado da bateria do celular, saber quantos passos deram e até saber o “nível de felicidade”.

(Leia mais:  A Terapia Ocupacional e a Felicidade)

Eles também podem compartilhar momentos emocionais da vida – envie fotos e vídeos com momentos significativos para que todos possam desfrutar das aventuras em família.

O aplicativo possui um painel de controle móvel que permite aos familiares verificar como estão os mais velhos. Um status verde significa que o familiar está bem. Se, ao contrário, o status for vermelho, o usuário deve verificar qual é o problema.

De acordo com Guillem Viladomat:

O objetivo é sempre interagir com eles para garantir que o familiar está bem. Se eu perceber que o nível de felicidade da minha avó diminuiu, posso enviar uma foto ou ligar para ela para que se sinta melhor. Posso até saber quais membros da família estão ligando ou visitando minha avó com mais frequência, tendo um impacto direto em sua qualidade de vida.

O aplicativo está disponível para iOS e Android, conta com usuários de todo o mundo e oferece seus serviços totalmente gratuitos.

(Queremos só lembrar aqui que o cuidado com o idoso é um conceito muito amplo. E, que neste processo precisamos também entender como respeitar o espaço, a privacidade e fortalecer a independência, a autonomia e a autoestima. Precisamos ter cuidado com o uso dessa e de outras ferramentas para usá-las de forma “emocionalmente saudáveis” para os idosos, combinado?)

Aqui você pode ver um vídeo publicitário do Safe365 para entender melhor como funciona e pode baixar o aplicativo para analisá-lo com seus familiares. Lemos que a última atualização recebeu críticas, mas de acordo com o que fomos informados, eles já estão trabalhando para corrigir e melhorar esses bugs. Vamos tentar!

Assista o vídeo publicitário do app:

Para ler mais posts sobre tecnologia e envelhecimento: clique aqui!

FONTEreab.es
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.