Aparelho de jantar para pessoas com demência

2
6354

A vida das pessoas ao nosso redor nos inspira e pode nos ajudar a melhorar a vida de tantas outras pessoas. Foi assim com a designer industrial Sha Yao que desenvolveu a EATWELL, um conjunto de louça para pessoas com disfunção cognitiva.

A inspiração da designer veio ao observar a dificuldade de sua avó com a doença de Alzheimer ao se alimentar. Considerando as dificuldades motoras e cognitivas enfrentadas pela avó, Yao pesquisou e desenvolveu um produto premiado. Pois é, depois de anos de pesquisa e desenvolvimento, a EATWELL ganhou o primeiro lugar no Stanford Design Challenge  (2014) em que participaram 52 equipes de 15 países.

A pesquisa que culminou no desenvolvimento do produto foi realizada com a ajuda da Universidade de Boston. Com esta parceria pôde-se concluir uma característica importante dos utensílios de alimentação: a cor. Pessoas com demência distinguem melhor a comida nos utensílios quando este possuem cores fortes. De acordo com o estudo, as cores ajudam uma pessoa com demência a consumir 24% mais alimentos e 84% mais líquido. E foi assim, que a cor azul foi escolhida para o interior dos pratos (e como não existe comida azul… não tem como confundir!!).

Outras características que foram especialmente pensadas para melhor funcionalidade dos objetos: o fundo inclinado dos pratos que pode ajudar os usuários a recolher os alimentos. O lado direito dos pratos do EATWELL tem um ângulo projetado para ajudar os usuários a pegar a comida com a colher mais facilmente, bem como para impedir que o alimento que está sendo pego caia acidentalmente fora do prato. Falando em colher, ambas colheres do conjunto de louça foram projetadas para coincidir com a curvatura das tigelas facilitando na hora de pegar o alimento.

Todos os produtos têm na parte inferior material antiderrapante para evitar que escorregue ou deslize enquanto está sendo usado. Para evitar vire, um copo tem uma base de borracha que atua como um estabilizador. Outro copo tem uma alça para facilitar a preensão (pega), também foi projetado especificamente para beneficiar os usuários com artrite.

O conjunto também vem com uma bandeja com uma borda que ajuda a não deixar os alimentos cairem evitando a sujeira no ambiente e nas roupas.

Fonte: eatwellset.com

Veja também:

Colher de alta tecnologia para pessoas com doença de Parkinson

Homer Player: aplicativo de audiobook pensado para idosos e pessoas com deficiência visual

Primeiro aplicativo em chinês de Comunicação Aumentativa e Alternativa: Yuudee

Smartwatch para pessoas cegas!

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.