Passeio terapêutico: praia

0
2591

Passeios terapêuticos recomendáveis, principalmente, quando queremos colocar os clientes em situações “reais” e não-controladas (ou seja, com toda a quatidade de estímulos que as situações reais possuem). Claro que nós (terapeutas) podemos “controlar” as situações e direcionar os clientes para aspectos trabalhados na terapia (por isso se chama: passeio terapêutico).

A praia pode ser um lugar escolhido para o passeio terapêutico e nele podemos orientar o cuidador (concomitante ao trabalho do cliente) para:

– “Usar” o caminho: chamar a atenção do cliente para o caminho em que está se fazendo; o que devemos fazer para chegar onde queremos; locais que o cliente conhece e o que fica perto dali;

– “Usar” o local: relembrar momentos que passou ali; identificar a função de alguns objetos; estimular a autonomia (as decisões sobre o que quer fazer); ensinar o cuidador a adaptar as situações para manter o cliente funcional; estimular o senso de auto-eficácia e as habilidades preservadas do cliente.

Em muitos desses locais, como a praia, pode-se estimular a escolha da roupa adequada para esta situação e até a inclusão desses passeios na rotina do cliente com disfunção cognitiva, que muitas vezes fica prejudicada pelas deficiências cognitivas que interferem no funcionamento do cliente nos diferentes contextos.

Ana K.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.