Diagnóstico de Demência: o que fazer?

313

Alguns familiares ao se depararem com o diagnóstico de Demência ficam sem saber quais caminhos seguir, então, te daremos um passo-a-passo prático que pode ajudar desde a desconfiança de um possível diagnóstico precoce, até os caminhos de tratamento.

Existem algumas coisas que podem ajudar:

Consulte um médico: Este pode ser o Médico Geriatra, Neurologista ou Psiquiatra.
O diagnóstico precoce é importante para a gestão da demência e para garantir que todas as medidas adequadas são tomadas para tratar ou retardar a progressão da doença.

Procure um Terapeuta Ocupacional: Este profissional pode te ajudar nos próximos passos, desde a organização dos estímulos cognitivos diários, possíveis adaptações de conduta e de atividades diárias, gerenciamento da rotina e adaptação ambiental quando necessária.

Mantenha uma rotina: Manter uma rotina pode ajudar a pessoa com demência a manter-se familiarizada com o ambiente e a reduzir qualquer confusão ou ansiedade, procure suporte de um terapeuta ocupacional para estabelecer uma rotina adequada à capacidade da pessoa idosa com demência.

Estimule atividades significativas: Estimule a manutenção de hábitos prévios, um exemplo é estimular saídas, idas à igreja ou templos religiosos, ouvir músicas que a pessoa sempre gostou.

Proporcione vivências sociais: Ao passar do tempo, algumas pessoas idosas podem tender a diminuir os laços sociais, lembre-se que, atividades sociais (encontros e contatos virtuais) são essenciais para manter laços, memórias e até habilidades cotidianas.

Crie um ambiente seguro: Pode ser necessário fazer modificações na casa que a pessoa idosa mora ou costuma frequentar, como a instalação de barras de segurança em banheiros, iluminação adequada e automática, tudo isso para garantir que a pessoa com demência esteja segura.

Forneça informações claras: É importante fornecer informações claras e simples para pessoas com demência, além de ter paciência e explicar tudo o que for necessário quantas vezes for preciso.

Apoio literário: Existem algumas literaturas que podem ajudar quem cuida e entender melhor sobre o processo de adoecimento de uma pessoa idosa com diagnóstico de Demência, uma delas é o livro “Alzheimer: o dia de 36 horas”, disponível para compra clicando aqui!

Procure apoio: Muitas organizações oferecem suporte para pessoas com demência e seus cuidadores, como grupos de apoio e serviços de aconselhamento, a ABRAz é um desses órgãos.

Lembre-se de que acompanhar a demência é um processo complexo e desafiador, mas com o suporte certo, é possível garantir o bem-estar e a qualidade de vida da pessoa afetada pela condição.

Leia mais sobre o assunto:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.