Expressions for Autism: Aplicativo para crianças com Autismo ajuda a aprender expressões faciais e sentimentos

6
8311

Recebemos (da nossa colega Gabriela Guedes – TO) uma dica que não poderíamos deixar de compartilhar com vocês, o aplicativo Expressions for Autismo do desenvolvedor Edninja. Disponível em formato Freemium (você baixa gratuito e, se quiser, faz compras dentro do app para ter acesso completo) possui versões em Inglês e Espanhol.

O objetivo do app é contribuir no reconhecimento das expressões faciais que representam emoções e sentimentos. Ao jogador é apresentada uma imagem que representa uma cena cotidiana (fotografia da criança com a mãe felizes, uma criança em uma festa de aniversário, etc), e em seguida, a criança é convidada a montar uma face com o mesmo sentimento da cena, neste caso do exemplos, feliz. A face é montada escolhendo as partes do rosto, ou seja, a sobrancelha, os olhos e a boca. Quando você usar o app ela primeira vez perceberá que a expressão deve ser “copiada”, uma vez que aparece para o jogador. Ah, mas quando falamos copiada estamos falando da expressão mesmo, não importa se a criança que aparece na cena anterior é um menino ou uma menina.

expre

O aplicativo trabalha com definição de tempo, mas que é personalizável, ou seja, não precisa ter pressa nem gera um momento de ansiedade durante o uso. É permitida a criação de vários perfis (provavelmente só na versão paga, ok?) e a graduação da dificuldade, como dissemos anteriormente.

A versão gratuita vem com 4 estágios, feliz, triste, com raiva e assustado. Cada um deles pode ser trabalhado em dois graus de dificuldade: aprendiz e mestre. Os idiomas presentes no app são inglês e espanhol (tinha que ter uma coisinha chata, né?), mas que não prejudicam a utilidade do app, mas claro reforçam o cuidado que precisamos ter na hora de usar.

Este aplicativo foi desenvolvido pensado nas sessões de terapia,  mas isso não impede o uso pelos pais e familiares. O importante é conversar antes com o terapeuta da criança e pedir orientações sobre a melhor forma de usar. Afinal, não adianta ter em mãos um excelente recurso não sabendo como aproveitá-lo.

Teste esse app, temos certeza que você vai gostar! Link para iTunes: aqui

 

Veja também:

– Soundmatch: aplicativo que é um jogo de memória auditiva

– Eu uso: aplicativo Find Animals!!!

– 14 Aplicativos usados na Reabilitação!

– Aplicativo para trabalhar sequência: iSECUENCIAS

 

Conheça nossos cadernos de exercícios reab.me!!

cadernos

 

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

6 COMENTÁRIOS

  1. Pode ser útil. Mas acredito que a dificuldade no autismo de ler expressões tenha mais a ver com uma limitação neurológica no contato de ser humano a ser humano. Eu por exemplo tenho síndrome de asperger e quando estou muito tranquilo vendo um filme, pelo que percebo, posso entender quando o ator está preocupado, assustado, ou alegre, etc. Contudo, no contato com outra pessoa ocorre uma perturbação, sendo difícil olhar o outro por muito tempo, e uma tendência da mente ou consciência se fechar para o interior, inibindo ou diminuindo a capacidade de perceber o outro. Por isto, não sei se o desempenho da criança em identificar a emoção no programa vai ajudá-la de fato na vida real. O interessante seria o mesmo trabalho, mas realizado ao vivo com pessoas, tipo atores terapeutas, criando situações ou enredos, e deixando a criança confortável, relaxada, de modo que esta possa se adaptar e fixar o rosto humano por um tempo cada vez maior, a fim de ler as expressões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.