Síndrome de Asperger: guia gratuito para intervenção em ambiente escolar

11
8389

Captura de Tela 2014-03-25 às 07.48.18

A Asociación Sevillana de Síndrome de Asperger publicou um trabalho fantástico feito por Margarita Montero Coto, psicóloga da associação, que fornece diretrizes para a prestação de cuidados na sala de aula de pessoas com Síndrome de Asperger. Em mais de 100 páginas muitos dos educadores encontrarão respostas para perguntas frequentes que surgem no dia a dia escolar.

Um dos pontos fortes deste guia é que ele é baseado na experiência real adquirida ao longo dos anos por profissionais de Sevilha. As diretrizes deste guia são baseadas em evidências, no entanto são necessárias adaptações curriculares, que como em qualquer outra intervenção, deve ser baseada em um projeto individualizado para a grande variabilidade nos perfis pessoais dos alunos com Autismo ou Síndrome de Asperger.

As páginas deste guia são um verdadeiro desafio para promover a curiosidade, a criatividade e acima de tudo, a adaptabilidade do bom professor. Esperamos que ajude a encontrar soluções para muitas das perguntas que a cada dia o bom educador formula.

Para baixar clique aqui!! 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

11 COMENTÁRIOS

  1. Muito obrigada pois é tão difícil ter um filho com este problema e não ter quase nenhuma orientação, não saber em que escola colocar, não conseguir fazer ele se adaptar.

  2. Olá ! Boa tarde tenho um filho de 4 anos com aspectoaspectro de autismo leve . é mto difícil ele entende tudo só não fala. E tb o diagnóstico não foi fechado ainda. Tem dias que bate um desespero.

    • Olá Wagner,
      infelizmente não conheço uma versão em português. 🙁
      De repente você pode tentar uma parceria com algum professor de espanhol, na sua cidade, para que ele traduza.
      Abraço e boa sorte!
      Ana Leite

  3. Hola a mi hijo le diagnosticaron aimtsuo leve a lso 2 af1os y desde ese momento lo bombardeamos de terapias de estimulacion y de lenguaje, ahora mi nif1o tiene 4 af1os cumplidos y habla muy bien incluso mejor que muchos nif1os de su edad, aun sigue asistiendo a talleres para mejorar su area cognitiva pero ha avanzado mucho, solo me inquieta el no saber que tipo de aimtsuo tiene o si es que alguna vez lo tuvo en realidad, quisiera que me recomienden a algun especialista en Arequipa ciudad donde vivimos o alguien de Lima para llevarlo a examinar y asi poder determinar exactamente que fue loq ue paso o pasa para poder ayudarlo mejor y logre si no un completo desarrollo normal lograr lo mas cercano a eso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.