Problemas para escovar os dentes de crianças com Autismo? Porque isso acontece e como ajudar

27
23046

Você conhece alguma criança com Autismo que dá o maior trabalho para escovar os dentes? Não é incomum na hora da escovação essa criança estar chorando, gritando, apertando a boca para fechar ou virando a cabeça?  Se sim, nesse post algumas ideias e informações podem te ajudar.

O primeiro passo nesta situação é entender o “Porque”…

Crianças com Autismo lidam melhor com uma situação quando entendem o todo e não apenas uma parte. Nesta tarefa a escovação é o “todo” e as partes são:  a escova de dentes, o creme dental, a pia, a torneira, a água,  abrir a boca…

A criança precisa entender como todas estas partes  “se encaixam” e resultam em “escovar os dentes “. Além disso,  pode não ser clara a idéia de “dentes limpos e sujos”, o que dificulta ainda mais.

As questões relacionadas com a sensação (a sensação da escova na boca, o gosto da pasta de dente também é outra causa provável para a dificuldade de escovação.

Primeiro passo para uma escovarão de sucesso no Autismo: prepare a criança.

Que tal ensinar as partes que formam o todo?  Você pode ter fotos dos objetos e colocá-las perto da pia, ajudando a criança a identificar cada objeto e como ele está ligado ao ato de escovar.

Seja o exemplo! Faça e deixe a criança assistindo. Mostre os objetos, os movimentos, vá descrevendo a atividade. Isso ajuda a criança a se sentir menos “ameaçada”.

Ter uma música ou uma história sobre a escovação (veja este exemplo com a contadora de histórias Carol Levy que canta sobre a escovação), a necessidade de escovar os dentes e processo de escovação. Use esses recursos enquanto escova os dentes e repita enquanto escovar os dentes da criança.

Outra forma lúdica de desmistificar a escovação é fazer a criança escovar os dentes de bonecos!

Outras estratégias:

– Explore as várias sensações relacionadas com a escovação. Use as mãos da criança para fazer pressão ao redor da boca, gengivas e dentes. Mastigar e comer alimentos de diferentes texturas também ajuda.

– Brinque com a criança fazendo caretas em frente ao espelho. Abrir a boca é fundamental para a escovação. Dica:  faça uma careta esfregando a língua sobre os dentes!!

– Permita que a criança escolha a cor e o tipo da escova (algumas podem ter as imagens de seus personagens favoritos), bem como o sabor do creme dental.

– Incentive a criança a provar o sabor de creme dental, colocando-o em seu dedo. Depois que a criança estiver acostumada com o sabor, coloque uma pequena quantidade na escova de dentes e incentive-o a colocar a escova na boca (ou quem sabe com o próprio dedo). A resposta mais comum é a criança sugar/mastigar as cerdas . Se a criança não mostra sinais de desconforto, avance e vá para a próxima fase, deixe-o esfregar e fazer movimentos com a escova dentro da boca.

– Conte enquanto você escova os dentes da criança, de modo que ela saiba quando a tarefa vai acabar. Da mesma forma escovação com músicas vai ajudar a criança a se lembrar se esqueceu de alguma parte da tarefa, por exemplo: se esqueceu de escovar os dentes inferiores. Isso também vai ajudar a lembrar a seqüência da tarefa.

– Ensine o ato de cuspir e enxaguar a boca.

Recompense a criança para cada etapa concluída com êxito.

Para reduzir os problemas relacionados com a escova e a pasta:

Use escovas super macias. O fim cerdas deve ser arredondado. Escovas com cabos mais grossos permite que seu a criança pegue melhor. Também estão disponíveis escovas com cabeças inclinadas de modo que é mais fácil de atingir as partes mais profundas da boca.

Quanto ao creme dental, inicialmente utilize apenas uma quantidade do tamanho de ervilha, pois evita espuma excessiva na boca.

E por fim, crie uma rotina!! A criança vai cooperar melhor se a escovação é sempre feito em um tempo fixo e de uma forma especial. Crie uma rotina durante a escovação: comece sempre na mesma extremidade da boca e avance para o outro lado, os dentes inferiores primeiro seguido pelos dentes superiores.

LEMBRE-SE: isso é um processo!! Não queira que em 1 ou 2 dias o problema já esteja resolvido!

fonte: autism and more  imagem: plind

Para quem está procurando atividades que estejam relacionadas com o cotidiano uma sugestão são nossos cadernos de exercícios: clica aqui e veja mais informações e como adquirir! =)

cadernos

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

27 COMENTÁRIOS

  1. meu filho tem 9 anos e muito dificil escovar os dentes dele.eu levo ele 1 vez no mes ao dentista para ele fazer limpeza,e fluor graças a ajuda do dentista estamos conseguindo manter sem carie,vou aproveitar as dicas.

  2. meu filho tem nove anos, nao conseguimos escovar os dentes dele gostaria de perguntar se algumas das maes tiveram que sedar ou tem outro metodo

  3. Sou atendente Terapêutico, tenho um atendido de 18 anos, ele até faz todos os primeiros pasos para uma escovação, porém ele engoli o greme dental e a água, não sabe cuspir!

  4. Olá, sou dentista em Campinas com especialidade em pacientes com necessidades especiais. Achei muito legal as dicas estão de parabéns! Estou a disposição da reab.me para complementar o assunto. beijos e muitos sorrisos

  5. A dificuldade para escovar os dentes está ligada ao transtorno do processamento sensorial, que todos os autistas tem, que torna a experiência de escovação dolorosa. Infelizmente isso vai durar a vida toda e é só a obrigação que os mantêm escovando os dentes. Algo que esqueceram de citar que muito importante fazer movimentos suaves, para não irritar ainda mais. E talvez um excesso de pasta possa ser bom para diminuir o atrito (mas isso é algo a ser considerado com muito cuidado) rs.

  6. Meu anjo azul tem 3 anos,,,, nunca escovou os dentes… admito que é um dos meus piores pesadelos… não quero vê-la irritada, mas é inevitável… escovar cabelos e limpar ouvidos, vira um desafio a cada dia… mas os dentes me deixam ainda mais aflita. Canto, brinco, mas só quem tem sabe.

  7. O meu filho tem 6 anos so agora e que estou a conseguir lavar lhe os dentes , mas nao sabe cuspir , dentista so com sedativos , mas sao optimas dicas obrigada , temos que insistir com o tempo eles conseguem , o meu filho surprende me todos os dias

  8. Realmente muito difícil uma escovação perfeita, aproveito para escovar melhor no banho, e levo ao dentista a cada 4 ou 6 meses para limpeza e aplicação de flúor, gostei das dicas, ah! Ele não gospel e engole a pasta

  9. Minha filha tem 9 anos e não conseguimos de forma alguma escovar os dentes dela ou fazer com que ela faça isso sozinha ou com nossa ajuda. No ano passado ela teve que ser internada no hospital para arrancar 9 dentes e teve que ser com anestesia geral.

  10. Paciência – Criatividade – Persistência – Rotinas….. são armas para Educar e Condicionar um PACIENTE COM DEFICIÊNCIA nos cuidados de Higiene Bucal.
    E o acompanhamento sistemático com o dentista a curtos intervalos de tempo (mensais – bimensais – trimestrais) pode fazer a diferença neste processo de aprendizagem.

  11. Parabens pela materia!!! Paciência – Criatividade – Persistência – Rotinas….. são armas para Educar e Condicionar um PACIENTE COM DEFICIÊNCIA nos cuidados de Higiene Bucal.
    E o acompanhamento sistemático com o dentista a curtos intervalos de tempo (mensais – bimensais – trimestrais) pode fazer a diferença neste processo de aprendizagem.

  12. Meu filho e autista e eu tenho sérios problemas com ele em relação a escovação tem dia que desisto pois eu não consigo vou seguir estas orientações muito obrigado

  13. meu filho tem 18 anos e nunca consegui escovar já teve que extrair um dente com anestesia geral vai duas vezes no ano ao dentista e por enquanto não tem cáries é uma dor de cabeça mas talvez com estas dicas aja algum sucesso vou tentar obrigada

  14. Percebo que meu filho e as crianças que fazem as terapias no mesmo lugar tem uma sensibilidade oral bem intensa, hj com 3 anos e meio permanece a sensibilidade, cheguei usar até pastas para tratamento. Mas com perseverança já permite escovar com jeitinho e delicadeza.

  15. Oi! Meu filho tem 10 anos, a rotina de escovar os cabelos, limpar as orelha etc.. Não tenho problemas. Único problema que tenho com ele e na hora de enxaguar os a boca ele não sabe cuspir fora, acaba engolindo o creme dental. Ja fiz tanta coisa pra ensinar ele a guspir pra fora e fracassei em todas. Se alguém tiver outras ideias me passem por favor. Obrigado!

  16. Bom.dia estou ficando muito triste com essa parte faço de tudo agora até brinquedos com dentes comprei pra tentar explicar brincando mais minha filha além d autismo tem uma síndrome rara Coffin siris ela não aceita invasão de jeito algum seus dentes estão FC ruins 😭os dentistas mandaram escovar a força achei muito triste isso socorro me ajuda .

    • Oi Fabi, bom dia!
      Sua filha já está sendo acompanhada por um Terapeuta Ocupacional? Esse profissional pode te ajudar com algumas dicas e até o treino conjunto, procure um TO e leve sua demanda para que ele possa te ajudar de uma forma mais individualizada!
      Abraços

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.