Posso envelhecer e ser feliz? Sim!

0
5

Envelhecimento e Felicidade não só são possíveis, mas também complementares. A felicidade é resultado de um caminho que envolve muitos elementos. Um deles é a influência das ocupações de nossas vidas no bem-estar. Somos seres ocupacionais, isto é, é de nossa natureza nos envolvermos em ocupações! E, ah como elas fazem bem… Inclusive, a Pandemia por COVID-19 nos ensinou o quanto as ocupações são complexamente necessárias à nossa saúde, bem-estar e felicidade. Uma boa coisa a ser dita aqui é que algumas ocupações são realizadas não porque amamos fazer, mas porque precisamos fazer. Sim, existe isso!

Retomando a ideia do caminho para felicidade, um conceito importante e que envolve toda e qualquer pessoa idosa é o de “Envelhecimento Saudável“. Envelhecimento Saudável é um processo. Não se trata de ausência de doença, não é definido por um nível de funcionamento ou de saúde. Desenvolver ou manter a capacidade funcional da pessoa idosa permite o bem-estar dela. Uma pessoa idosa com demência ou doença cardíaca avançada, por exemplo, pode melhorar se ela tiver acesso a cuidados de saúde que otimizem a sua capacidade e se elas vivem em um ambiente de apoio. E esses exemplos estão dentro do que é Envelhecimento Saudável. 

As pessoas podem estar em níveis de capacidade funcional diferentes quando são idosas. As pessoas não são iguais. E, além da capacidade de cada pessoa idosa temos que estar atentos aos ambientes porque eles podem ter mais ou menos suporte, mas todos podem e precisam ter seu processo de envelhecimento saudável permitido.

E sempre, sempre os idosos são colocados no seu papel central diante desse processo. São chamados a pensarem, sentirem e agirem diferente em relação ao envelhecimento. Ou seja, quando falamos sobre envelhecimento não estamos falando por eles (os idosos), estamos querendo colocá-los no centro e dar cada vez mais voz e mais ação a quem socialmente tem sido considerado frágil.

Precisamos ressignificar o envelhecimento e entender que envelhecimento, felicidade e ocupações tem uma relação incrível e necessária! =)

Leia mais:

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.