Oficinas de Estimulação Cognitiva em Idosos Analfabetos com Transtorno Cognitivo Leve

7
4334

Este ano, Izabel Borges dos Santos, escreveu esta dissertação submetida ao Programa de Pós Graduação em Gerontologia da Universidade Católica de Brasília, como requisito parcial para obtenção do Título de Mestre em Gerontologia. Este trabalho, cujo tema é, como descreve a autora, pouco explorado no Brasil, teve como objetivo analisar o desempenho cognitivo de idosos não alfabetizados com dianóstico de Transtorno Cognitivo Leve antes e após a realização de Oficinas de Estimulação Cognitiva.

Acabei de encontrar e confesso que ainda não li. Deixo aqui para vocês. Vamos a leitura!

Ana P.

Oficinas de Estimulação Cognitiva em Idosos Analfabetos com Transtorno Cognitivo Leve

7 COMENTÁRIOS

  1. Vou ler este material com muita atenção,sou professora alfabetizadora de jovens e adultos e trabalho com idosos a muitos anos. Sou Psicopedagoga,Psicanalista e tenho formaçaõ em Neuropedagogia e estou muito interessada no trabalho com reabilitação cognitiva ,este ano inicio um curso de Gerontologia.Este material é um verdadeiro presente e o site de vocês hoje é indispensavél!!!

  2. ola Ana, parabéns por tudo que faz. sou terapeuta ocupacional e tenho um paciente jovem paraplegico e analfabeto. Tou com dificuldades em prescrever atividades pra ele. se possivel gostaria de algumas dicas pra trabalhar com ele. desde ja,obrigada.

  3. Oi colegas do Reab.me, é maravilhoso poder contar com a ajuda de vocês, sou TO tambem, e as vezes falta uma ideia nova e é so procurar aqui no site que encontro várias! Parabens a cada um de vocês!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.