O que deixa o idoso feliz?

2
4

Não é só o que herdamos geneticamente que determina nosso bem-estar. As características internas de cada pessoa, tais como a personalidade e a resiliência também têm relação com nosso nível de felicidade. Os fatores que estão “fora de cada pessoa” , ou seja, no ambiente, também podem ser considerados promotores de bem-estar. 

Envelhecer conseguindo fazer o que deseja e no ambiente com significado para a pessoa idosa contribui para a felicidade! Mas como conseguir isso?

O ambiente onde envelhecemos é mais que a casa, é a rua, é a cidade, é o país, são todas as políticas públicas, as chances de conviver e de estar próximo das pessoas. O ambiente é onde nossas ocupações ocorrem e fazem parte do que pode nos motivar e gerar bem-estar.

Envelhecer em um ambiente que apoie a pessoa idosa a ser o mais funcional possível, mesmo diante de seus desafios de saúde, é fundamental. O que a pessoa idosa precisa é ser funcional, é conseguir realizar usando suas capacidades no ambiente que ela deseja. A casa é um exemplo de ambiente importante quando pensamos no envelhecimento. É um ambiente cheio de significados, de história e que tem que ser seguro e promover o máximo de independência e autonomia.

No entanto, precisamos ampliar o pensamento sobre os ambientes para as pessoas idosas, entendendo que os ambientes verdes, naturais, culturais e sociais também influenciam a felicidade do idoso. E, que todos eles precisam estar prontos para o envelhecimento da população. O que faz feliz no Brasil pode ser diferente de Portugal, e assim por diante até chagar nas vizinhanças e nas diferenças que existem entre elas. 

O ambiente social tem muita importância, Segundo o Relatório Mundial de Felicidade de 2020 existem 4 variáveis deste ambiente juntas têm tanta efeito na felicidade quanto a combinação de renda + expectativa de vida saudável:

  • ter alguém com quem contar
  • confiança (no Relatório foi medida pela ausência de corrupção)
  • uma sensação de liberdade para tomar decisões importantes na vida 
  • generosidade

Promover um envelhecimento com qualidade depende de muitos fatores. Construir e promover um ambiente social saudável pode ajudar em situações de risco como os causados pela solidão.

Outras sugestões:

Imagem: Vlad Zaytsev on Unsplash

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.