O dia dos namorados na terapia

2
2859

Foto: Praça dos Namorados (Cuducos)

Neste próximo sábado os casais irão trocar presentes, viver momentos inesquecíveis e criar/relembrar memórias sobre essa data tão romântica: dia dos namorados.

Faz parte da terapia inserirmos informações que ajudem na orientação temporal, e datas comemorativas sempre são “um prato cheio” para isso, não é verdade? Sendo assim, vamos deixar algumas dicas que podem ser exploradas durante a terapia:

1. Relembrar namorados (aspectos físicos e detalhes sobre como se conheceram e amigos em comum);

2. Presentes (vale relembra-los ou de repente até procurar um presente para o namorado(a) atual – fica a dica de passeio terapêutico também. Os terapeutas mais “artesãos” podem ajudar o cliente até a confeccionar algo especial: uma carta, uma poesia ou até um porta-retrato- viva aos terapeutas artesãos!!!);

3.  A diferença do antes e do agora (isso vale tanto para as diferenças do parceiro, como da relação e até comparar as relações de antes e de agora- “seus netos/filhos namoram como você namorava, quais as diferenças?”);

4. Músicas românticas também podem ser usadas em uma sessão do dia dos namorados.

5. Planos para esta data. Este também pode ser um tema a ser trabalhado na sessão, afinal de contas não são poucos os casais que vão à terapia e que, apesar de qualquer coisa, precisam viver as situações e s momentos ligados a essas datas especiais.

Ana K.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

2 COMENTÁRIOS

  1. Pôxa, que pena, devia ter lido antes de ir atender hoje… Perdi a chance de usar a data com meus clientes que tem parceiros. Mas, amanhã já vou incluir no atendimento . Valeu a idéia, obrigada.

Deixe uma resposta para Dolores Santos BH Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.