Minha criança com deficiência realmente está tendo acesso à sala de aula inclusiva?

0
3312

Para Nicole Eredics, professora e especialista americana em educação inclusiva, poucos sortudos vivem realmente o que a inclusão escolar realmente é. Mas quais são as características marcantes da educação inclusiva (pelo menos para os padrões americanos), como ela se caracteriza?

inclusão

Enumeramos a seguir as características citadas pela professora:

1 . As crianças, independentemente da capacidade, são ensinadas em salas de aula de educação geral com colegas da mesma idade. Nestas escolas as crianças com deficiência interagem com alunos com desenvolvimento típico.

2 . A inclusão permite que todos os alunos tenham igualdade no acesso ao currículo através de lições diferenciadas, adaptadas e/ou modificadas, de acordo com seu perfil cognitivo e funcional.  A maioria dos dias da criança é gasto em sua sala de aula, seguindo as mesmas rotinas que o resto da classe.  Os alunos com deficiência não estão incluídos apenas nas atividades de enriquecimento, como Música, Educação Física e Artes.

3 . A maioria das necessidades de aprendizagem são atendidas na sala de aula , onde os serviços de apoio são trazidos para a criança.

4. O professor conhece as habilidades, os interesses e áreas de disfunção e capacidades da criança.

5.  Todas as crianças estão incluídas em todos os espaços e atividades da escola, como as atividades de classe, a hora do almoço, o recreio e as excursões. Nos momentos de interação entre as crianças, elas brincam com os colegas, não ficam sozinhos ou com um grupo isolado de crianças que têm deficiências. A atividade e o ambiente é que se ajustam à criança e não o contrário.

Nicole Eredics é autora, escreve livros e têm participação em várias mídias digitais onde compartilha sua experiência de 15 anos de sala de aula inclusiva. Para quem se arrisca no inglês, o site dela é o Inclusive Class.

E vocês, o que acham?

fonte e imagem: friendshipcircle.com

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.