Jogos no computador podem melhorar habilidades cognitivas no Alzheimer

3
3624

Um jogo de computador baseado no chamado Smartbrain foi instalado em uma instituição de  pacientes com Alzheimer, na Espanha, para melhorar a cognição dos usuários.

Conforme relatado no Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry, a cognição melhorou em um grupo de pessoas idosas com diagnóstico de Alzheimer. Esse “Smartbrain” fornece estímulo para habilidades cognitivas como atenção e memória.

Resultados como esse, reforçam que até mesmo o cérebro doente mantém a capacidade de fazer novas conexões neurológicas e, uma vez que esse jogo de computador pode ser programado para trabalhar com as necessidades e no nível da pessoa que irá jogá-lo, fica a promessa que esta tecnologia seja promissora neste campo.

Os pesquisadores descobriram que, quando usado em conjunto com determinado programa, o jogo fornece uma estimulação maior que a estimulação psicomotora tradicional. Quando ambos os tratamentos foram utilizados em conjunto o benefício cognitivo foi estendido, sendo notado em até 24 semanas.

A Posit Science fez um produto semelhante ao Smartbrain utilizado nesse estudo. Chamado Brain Fitness, ele está sendo usado com sucesso por várias instalações residenciais com o objetivo de manter o cérebro jovem. O Nintendo tem obtido sucesso com um produto chamado Brain Age. Embora originalmente destinado a melhorar o funcionamento de cérebros saudáveis, estes produtos estão provando ser uma “terapia” eficaz para pessoas com demência.

Um fato parece surgir, que os jogos eletrônicos não vão substituir totalmente os jogos mais convencionais, como o bingo, mas devem ser considerados como um importante complemento para o programa de atividades de pacientes, sempre que possível.

Fonte: best alzheimer’s

Foto: Posit Science

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

3 COMENTÁRIOS

  1. muito legal mesmo…deixo a dica do serviço do site cerebromelhor.com.br onde ha varios jogos em diversos niveis!!! eu particularmente uso em consultorio com um tela touch screen para idosos que nao sabem mexer com mouse!!
    abçs!!!

  2. A minha mãe tinha a doença de Alzheimer , muito no inicio,,como dizia o seu neurologista, porque já estava numa faixa etária muito elevada, 83 anos .Durante 3 anos,foi controlada a doença, com o medicamento AXURA, que tomado sempre a horas certas e certinho, lhe manteve estavel a doença.Em junho foi para descanso do cuidador 3 meses, em Santarém,nos cuidados cont..Teve lá AVC (hemorragico) e só foi enviada ao hospital, 13 horas depois e por minha insistencia.Resultado está no hosp desde 13/92011 e em estado praticamente vegetal.
    Que grave NEGLIGENCIA médica, da qual já reclamei.. É um desabafo, da m/revolta e indignação, me desculpem
    ..
    ..Quanto às descobertas vem trazer muito beneficio para doentes portadores desta doença.
    .Sempre a estimule,i em minha casa nestes 3 anos e foi reagindo, até que aconteceu esta situação.
    Bem hajam todos os que se interessam por estas descobertas e continuem.
    Obrigado por poder desabafar.

Deixe uma resposta para diana Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.