Estudo mostra a eficácia do tratamento de reabilitação domiciliar em pessoas com Esclerose Múltipla

2559

Artigo publicado na Revista Archives of Physical Medicine and Rehabilitation mostrou resultados de um grupo de pesquisadores que testou a eficácia de um programa de reabilitação em casa para melhorar a mobilidade dos braços de pacientes com esclerose múltipla (EM). Em apenas oito semanas, com duas sessões semanais de uma hora, conseguiram recuperar parte da destreza manual, a força de preensão da mão e a força da pinça.

Os 37 participantes tinham diagnóstico clínico de EM com habilidade manual prejudicada e estes foram randomizados em 2 grupos. Pacientes do grupo experimental foram incluídos em um programa de treinamento de membro superior em casa por 8 semanas duas vezes por semana (1 hora de sessão). Os pacientes do grupo de controle receberam informações sob a forma de um folheto com um cronograma de treinamento de exercícios para os membros superiores.

Cada sessão domiciliar começava com um pequeno aquecimento e continuou com exercícios de destreza manual com massagem terapêutica, objetos pequenos (botões, mármores …) e exercícios de fortalecimento com bandagens elásticas. Por fim, exercícios de alongamento reab realizados.

Mais de 75% das pessoas com diagnóstico de EM apresentam disfunção de membros superiores, dificultando o desenvolvimento de atividades básicas da vida diária. O envolvimento dos braços é mostrado com a diminuição da força da mão e do braço e uma redução da coordenação, destreza e alcance do movimento, o que dificulta a execução de atividades como abotoar uma camisa ou desenroscar uma tampa.

Link para artigo:

Effects of a Home-Based Upper Limb Training Program in Patients With Multiple Sclerosis: A Randomized Controlled Trial. Ortiz-Rubio, Araceli et al. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation , Volume 97 , Issue 12 , 2027 – 2033

Artigo anteriorEstimulação Essencial: você conhece essa prática terapêutica?
Próximo artigoAntecedente de TCE grave pode aumentar risco de desenvolver demência
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.