Como a “LEGO Terapia” pode ajudar crianças com deficiência

3
8036

LEGO agora é coisa séria!!  Vários estudos educacionais e médicos no Reino Unido e nos EUA constataram que grupos que usaram Legos como recurso ajudaram a desenvolver e reforçar as habilidades de jogo e habilidades sociais.

Dentre os benefícios da “LEGOterapia” estão:

– Comunicação verbal e não -verbal
– Atenção
– Concentração
– Partilha e troca
– Resolução de problemas compartilhada

Como funciona “LEGOterapia”?

Prédio de peças de Lego é uma experiência multisensorial, de forma que os projetos de construção podem ser adaptados às necessidades específicas de qualquer pessoa, tais como àquelas com cegueira, surdez, deficiência de mobilidade, autismo ou TDAH. Mas o modelo para a maioria dos programas de terapia Lego é o mesmo e consiste em:

1 . Definir as regras básicas: os participantes sugerem e acordam regras simples e que todos entendam. O grupo concorda e trabalha em um projeto que não é muito fácil e também não é muito difícil. As regras são postados como um lembrete.

2 . Funções atribuídas: cada participante recebe um papel, e os papéis são alternados com os outros membros do grupo durante a tarefa. Dentre as funções, temos:

Engenheiro – supervisiona o projeto e garante que ele é seguido
Construtor – coloca os tijolos juntos
Fornecedor – mantém o controle da quantidade, do tipo e da cor dos tijolos que são necessários e repassa os tijolos para o construtor
Facilitador do grupo – garante que a equipe está trabalhando em conjunto e comunicar

3. Siga os princípios. A Terapia com Lego tem um maior benefício a longo prazo quando se incorpora alguns fundamentos:

– Ter de um tempo dedicado e um espaço para a atividade
– Usar a comunicação não-verbal, tanto quanto possível
– Usar a linguagem declarativa em vez de comandos ou perguntas
– Planejar os passos da atividade
– Incentivar a colaboração

Se isso parece muito ambicioso, comece com apenas um ou dois elementos e vá gradualmente expandindo. A grande coisa sobre Legos é que você pode começar do zero a qualquer momento.

4 . Papel de facilitadores adultos

Emoções podem ser intensificadas durante um projeto Lego. Há geralmente uma pessoa que insiste em fazer as coisas da maneira “correta”, e uma outra pessoa que gosta de experimentar coisas várias maneiras diferentes só para ver como cada um olha. Um facilitador adulto pode facilitar interações positivas, sugerir compromissos, fornecer instruções conforme necessário e manter o grupo na tarefa.

5. Tenha mais ideias

Existem vários aplicativos gratuitos que permitem a construção virtual e até o aprimoramento de ideias.

– O LEGO App4+é um  app para Android.

– Bricks & More é um aplicativo para o iPhone , iPad e Android , apropriado para as idades de 4 anos e acima.

– Lego Digital Designer é um aplicativo para as idades de 5 e para cima, e os usuários podem compartilhar suas criações no site da Lego . É uma ótima introdução ao desenho assistido por computador .

– Master Builder Academy ( MBA) é um programa de treinamento online para os construtores avançados!!

big-lego-pile

E você já utilizou o LEGO sabendo de tudo isso? Se não, tá na hora de pesquisar e mergulhar nesse universo!

Se você quer conhecer atividades contextualizadas para serem usadas na terapia e estimulação cognitiva, conheça nossos cadernos de exercícios! Todas as questões foram pensadas a partir do cotidiano. Clique aqui e saiba mais! 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.