Checklist: O que perguntar ao médico sobre a medicação do idoso

1
2566

Dúvidas sobre os benefícios das medicações, efeitos colaterais e interações medicamentosas são questões frequentes para quem cuida de idosos. Adorei esse artigo no site cuidamos.com e trouxe para vocês esses pontos importantes. Espero que vocês gostem!

Ana P.

Estima-se que, em média, cada idoso tome pelo menos cinco ou mais comprimidos diariamente e, embora a sua ingesta seja para garantir uma maior qualidade de vida, se você cuida de um pai ou familiar idoso, é importante saber o que este toma e porquê. Cuidar da saúde de uma pessoa idosa e seguir o seu histórico medicamentoso começa no consultório médico.

IMPORTÂNCIA DO ACOMPANHAMENTO MÉDICO

O acompanhamento médico é crucial para quem cuida de um idoso, tanto em termos da presença física no consultório médico, como na gestão dos medicamentos em casa. Uma pessoa idosa pode estar muito debilitada, sofrer de perda de memória ou demência e não ser capaz de absorver e recordar toda a informação que o médico lhe transmite na consulta – daí a presença fundamental de um prestador de cuidados. Embora muitas pessoas possam ainda não se sentir a vontade para questionar o médico sobre determinados assuntos ou pedir-lhe explicações mais pormenorizadas, essa é uma atitude que deve tentar mudar, principalmente se existe a responsabilidade de cuidar de um pai ou familiar idoso.  Já que na hora da consulta nem sempre nos lembramos daquilo que devíamos e queríamos perguntar, elaboramos a checklist: o que perguntar ao médico sobre a medicação do idoso.

QUESTÕES A COLOCAR:

  • Para que serve este medicamento?
  • Como é que atua no organismo?
  • Existem efeitos secundários? Quais os principais? A que devo estar particularmente atento?
  • Este medicamento pode ser tomado com os restantes medicamentos que o idoso toma? (é importante ter uma lista de todos os medicamentos e até vitaminas ou suplementos que a pessoa esteja tomando)
  • Quando é que podemos esperar ver melhoras?
  • Este medicamento deve ser tomado em jejum, antes, durante ou depois das refeições?
  • O medicamento deve ser exclusivamente tomado com água ou pode ser ingerido com outro líquido (chá, leite, sopa…)?
  • A pessoa pode beber álcool enquanto faz este tratamento?
  • Existe algum tipo de bebida ou alimento que deve ser evitado enquanto toma este medicamento?
  • Este medicamento pode ser esmagado/partido para facilitar a ingesta ou tem que ser ingerido inteiro?
  • Se nos esquecermos tomar uma ou mais vezes, o que devemos fazer: tomar de imediato ou esperar pelo próximo horário?
  • Até quando este medicamento deve ser tomado?
  • A receita que vai passar prevê esse tempo ou teremos que voltar aqui?

Foto: doug88888

1 COMENTÁRIO

  1. Estou com essa dúvida quando se trata de perguntar ao médico sobre a medicação do idoso, pois sei que fica dificil para mim que sou cuidadora familiar e que me encontro com minha minha com demencia e que geralmente o médico com a qual está sendo assistida não esclarece tão bem os efeitos colaterais de determinandos rémédios prescritos por ele. Quando sei que precisa um relacionamento bem esclarecido entre um médico e a cuidadora pois um depende de outro para tratar um idoso.Peço carinhosamente que me responda esse comentário para esse e-mail. Obrigada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.