Caixa de arroz colorido: muito a sentir, mexer, perceber, brincar e criar!

5
19238

 

Este é um dos materiais mais simples e de múltipla utilidade na clínica e na educação.
Para qualquer idade, gênero e inúmeros propósitos.

Eis alguns deles:

-só em colocar as mãos ou os pés na caixa cheia de arroz já estimula noções do corpo, sensação e percepção. A partir do movimento é também uma forma de estimular a propriocepção.

Dependendo do objetivo e idade pode ser estimulado a discriminação da  percepção corporal e de objetos. E o melhor, regulando o tônus.

-tenho usado também com adultos na Eutonia. Proporciona outra referência indo além da experiência tátil. Experimente e se deleite.

Certa vez, uma criança comentou que a sua mão ficava mais macia.

arroz2

– para crianças com hipersensibilidade tátil: por ser colorido e de toque suave torna-se convidativo para brincadeiras de colocar as mãos, os pés, sentir os dedos mexendo na superfície e profundidade. Ampliando o repertório de sensações táteis.

– na brincadeira de achar os objetos escondidos no fundo da caixa sem o auxilio da visão, a criança vai refinando o aparato sensório-motor e perceptivo. O que é preciso fazer com as mãos para encontrar o objeto? E como manipular o objeto na mão para reconhecê-lo? Parece fácil mas requer maturidade neurológica.

arroz3

– podemos fazer desenhos e escrita usando pouco arroz no recipiente, com os pés e mãos.

arroz4

– o arroz pode passar a ser um mar ou rio para pescaria. Usar o imaginário para ações de coordenação motora, planejamento motor, coordenação viso motora podendo ser combinado ao equilíbrio nas diferentes posturas e planos. Na terapia de Integração Sensorial podemos combinar o uso de balanço suspenso que se transforma em barco.

arroz5

Pela vivência sei que para cada um toca de um jeito, e é tocado. O bom é escutar como cada pessoa entra em contato com este material e qual o efeito que se propaga, desde o mais físico até o imaginário.

E então, se você já experimentou este material, qual a sua brincadeira preferida?

Como fazer:

Usei 5 kg de arroz, 3 cores de anilina comestível e colori no arroz embebido com álcool, separadamente. Rápido, fácil e ainda fica mágico podendo ser feito com a criança. Depois de seco mistura tudo e coloca em um recipiente fundo.

Outros posts que você vai gostar: 

– Faça um cinto de arroz e ajude sua criança a se concentrar!! #IntegraçãoSensorial

– Faça suas bolsas sensoriais de grãos com ziploc

– Balões sensoriais: faça os seus!

– Uma experiência de Arte, Terapia Ocupacional e Integração Sensorial

– “Jogo dos 7 acertos”: sessão de terapia ocupacional usando recursos sensoriais

– Sessão de Terapia Ocupacional: encontro com uma criança que apresenta dispraxia

cadernos

5 COMENTÁRIOS

  1. Gostei muito das atividades que estimulam as pessoas de acordo com as dificuldades apresentadas. Trabalho com crianças com várias patologias. Sou estimuladora Precoce e Psicopedagoga Institucional. Quando puder envie novidades. Desde já agradeço!

  2. ADOREI ESTA IDEIA DO ARROZ…TENHO UM FILHO DOWN DE 4 ANINHOS, E VOU COM CERTEZA FAZER ESTE EXPERIMENTO COM ELE. FICARIA IMENSAMENTE AGRADECIDA SE VC TIVER IDEIAS DE COMO TRABALHAR A LINGUAGEM NESTA IDADE E ENVIASSE PARA MEU EMAIL.BJO.

  3. Gostava de fazer a experiência com o arroz para trabalhar com os meus alunos com multideficiência, no entanto, não sei se também poderemos colorir o arroz com os corantes culinários. Terá o mesmo efeito?

  4. Muito legal! As cores nos transmite alegria. Fiquei com vontade de brincar.
    Vou fazer pra mim. Achei, de cara, que será uma ótima maneira para relaxar as mãos e com isso todo o seu ser.
    Ótimo para crianças de todas as idades. Adorei.

Deixe uma resposta para Fernanda Paixao Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.