Avatar é criado para ajudar crianças com Autismo a desenvolver habilidades nas terapias

0
5648

O nome da novidade, ou melhor, do sistema é Invirtua 3D Digital Puppeteer. Para entender como funciona o Invurtua basta você lembrar como funcionam as marionetes, bonecos que são controlados por alguém enquanto interagem com os expectadores, neste caso as crianças. A diferença é que a “marionete” é digital e que para manipulá-la é necessário o computador, o software, o tablet e um joystick.

A ideia de criar um avatar que irá interagir com a criança é de Gary Jesch, que tem usado sua experiência em animação ao vivo para desenvolver o que parece ser um grande avanço quando se trata de fazer o tratamento de crianças com Autismo. No lugar do terapeuta interagir com a criança, ele pode usar um avatar animado e conduzir a sessão através dele.

O avatar possui expressões faciais e movimentos do corpo controlados por um joystick e tablet conectado ao computador. O joystick controla os olhos, o tablet controla a posição do avatar na tela e as diversas “emoções que o terapeuta quer que o avatar exiba. O trackpad tem controles deslizantes verticais para expressões (pense sorrir como expressão). Enquanto controla o avatar, o terapeuta também fala em um microfone para ser a voz do avatar. Essencialmente, tudo que está sendo feito no computador está sendo refletido no monitor na sala de cliente – a criança vê e ouve o avatar, observa todo o comportamento positivo (linguagem corporal, expressões faciais) que o avatar está demonstrando. O avatar pode tornar a terapia mais divertida!

Enid Webb, um fonoaudiólogo tem utilizado o programa Invirtua desde Outubro de 2014 no Webb Center for Communication and Learning onde trata crianças com Autismo. “Esta é uma ferramenta incrível para trabalhar com crianças com autismo“, disse Webb. “Ele mudou a forma como eu trabalho. As crianças com Autismo são aprendizes muito visuais… Comunicar através do avatar remove a figura de autoridade do terapeuta e torna mais fácil resolver certas questões, bem como ensinar e praticar competências muito específicas. É uma poderoso instrumento de ensino. Tem sido uma verdadeira mudança na minha prática.

O Invirtua 3D Digital Puppeteer está disponível para compra através do site da Invirtua. Demora 2-3 semanas para entregar e é fornecido para todo o mundo.O sistema completo com o computador, software, tablet e joystick pode ser comprado por $ 2.790 no site da Invirtua. Para colocar as coisas em perspectiva, uma configuração semelhante teria custado em torno de 30.000 dólares há dois anos. O custo atual desse sistema também torna possível para os pais adquirí-lo e instalá-lo em casa.

O desenvolvedor está trabalhando em uma parceria com a Microsoft em que o seu sistema de jogos de vídeo Xbox e computadores Windows, ou seja, tem novidade vindo por aí! Jesch admite também que não sabe o que o futuro reserva, mas que ele vislumbra o Invirtua sendo usado nas escolas e até mesmo com os idosos no tratamento da doença de Alzheimer.

Abaixo vocês podem conferir o vídeo onde Gary Jesch fala sobre sessões de terapia para crianças com Autismo e como os terapeutas podem usar avatares interativos em suas sessões sem “perder” seus métodos, mas ao mesmo tempo tornando-os mais interessantes.

Fonte: Assistive Technology BlogLas Vegas Sun

 

Veja também:

Expressions for Autism: Aplicativo para crianças com Autismo ajuda a aprender expressões faciais e sentimentos

Manuais e Cartilhas sobre Autismo!!

Enigma Do Autismo. Documentário completo!

 

Conheça os cadernos de exercícios para estimulação cognitiva do Reab.me!

cadernos

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.