Atividades com formas geométricas de madeira

4
3994

Nesse Janeiro de Exercício já demos váriassss dicas de atividades usando materiais e temas diversos que podem ser usados no processo de “turbinar o cérebro”, usando a expressão dita no programa Fantástico da TV Globo.

Hoje vamos mostrar como usar um material simples: peças geométricas de madeira de cores diferentes. As peças que usamos foram: quadrados vermelhos, círculos amarelos e triângulos verdes.

O que podemos fazer com esse material:

1. Pedir que o cliente arraste as peças para junto das suas iguais.

2. Dê ao cliente uma sequência e peça que ele a continue até as peças acabarem. Além de respeitar a sequência das peças, também peça atenção com a direção das peças, como o triângulo, que deve ficar na mesma posição do exemplo.

3. Você também pode criar uma sequência lógica e pedir que o cliente a continue.

Uma outra possibilidade é pedir que o cliente retire só as vermelhas, só as amarelas… ou ainda, que ele retire uma vermelha e duas amarelas.

Dependendo o objetivo terapêutico da atividade, você pode fazer uma sequência de peças, pedir que ele a memorize. Em seguida, esconde a sequência e pede que ele forme uma igual a escondida. Dependendo o nível de dificuldade que você possa aplicar, pode pedir que ele faça a sequência escondida ao contrário.

Uma observação necessária é que esse material não tem tema infantil (desenhos ou formas infantis), nem tão pouco é apresentado em caixa que sugira que é um material para criança. Esse material que vcs veem nas imagens eu já “herdei” de Ana Paula, não lembramos o nome, mas não é difícil de encontrar.

Imagens: arquivo pessoal.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

4 COMENTÁRIOS

  1. Ola, ótima sugestão, tenho uma material parecido porém são as peças do tangran, tenho 4 de cores diferentes, o diferencial é que com as peças do tangran além de separar por cores, realizar sequencias lógicas, é possível montar figuras permitindo estimular a percepção espacial e atenção.

  2. Em nosso grupo de estimulação da memória (para não portadores de demências), utilizamos tampinhas coloridas de garrafas de refrigerantes; eram 6 cores diferentes e se não me falha a memória (rsrsrs), com um total de 36 peças. Para alguns foi muito difícil, pois a proposta era fazerem combinações diferentes das que já existiam. Outra dificuldade era quando tinha alguma coisa escrita na tampinha e os confundia. Depois de resolvida esta dúvida, o resultado foi bem satisfatório. Oferecemos a cada participante um saquinho com as tampinhas coloridas para que continuassem a fazer os exercícios em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.