A aspirina pode aumentar o risco de hemorragia intracerebral em pessoas com Alzheimer

0
2694

O uso de aspirina em pacientes com Alzheimer  pode aumentar o risco de hemorragia intracerebral.

Para o estudo, os autores analisaram os ensaios sobre o efeito da aspirina na doença de Alzheimer, assim como as complicações registradas com esta terapia, incluindo a hemorragia intracerebral, publicados em outubro de 2009 em PubMed e na Biblioteca Cochrane.

Foram encontrados apenas dois estudos relevantes, Evaluation of Vascular Care in Alzheimer’s Disease(EVA) e o Aspirin in Alzheimer’s Disease (AD2000) study, nenhum dos quais mostrava o efeito da aspirina sobre a progressão da deterioração cogitiva leve.

Embora o número de eventos seja pequeno, num total de 7 hemorragias intracranianas e o coeficiente de risco não seja significativo, a proporção de pacientes que apresentaram uma hemorragia (3,2%) é relativamente alta. Os autores recomendam não prescrever o uso de aspirina em pacientes com doença de Alzheimer se existirem problemas cardiovasculares prévios.

Ana P.

Fonte: neurologia.com

Foto: r0sita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.