21 formas de escrever! Esqueça o lápis e experimente diferentes materiais!!!

17
15039

A depender dos seus objetivos em usar letras na Reabilitação, algumas dessas situações podem trazer novidade à terapia e estimular o cliente a se envolver nas atividades.

Escreva:

1 . na areia , no sal, no açúcar

2 . em creme de barbear

3 . usando pintura a dedo

4 . com giz em lixa

5 . com água em um quadro

6. com borracha em papéis pintados com grafite escuro

7 .  no papel de rascunho

8. formando letras com barbante ou fio

9. formando letras com clips

10 . formando letras com blocos de Lego

11. formando letras com palitos

12 . usando carimbos de borracha

13 . usando letras de plástico

14 . usando macarrão ou cereais

15 . usando letras recortadas de jornais ou revistas

16 . usando alfabeto de ímãs

17. usando  imagens para ilustrar as palavras

18 . usando a linguagem de sinais

19 . escrever as letras em um papel nas costas de um parceiro

20 . desenhar as letras no ar com uma lanterna em uma sala escura

21 . usar uma antiga máquina de escrever

22. usar o teclado de um computador

=)

Quem usar letras de outras formas, pode comentar!!

Veja também:

Criança cega também brinca! Conheça brinquedos para os pequenos com deficiência visual

Jogo do som das letras: faça o seu usando papel e brinquedos/objetos de casa

10 brinquedos sensoriais incríveis!!!

Alinhavo personalizado com fotografias. Aprenda a fazer!

 

Conheça os cadernos de exercícios reab.me!!

cadernos

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

17 COMENTÁRIOS

  1. Eu achei ótimas as ideias. Já usei letras de madeira , onde o paciente, tinha que descobrir qual era, pelo tato, com olhos vendados. ( 3 dimensões)
    Recortadas em papelão, com areia colada.O próprio paciente é que faz o “trabalho” de colar a areia, recortar e.. depois descobrir qual era, pelo tato.( 2 dimensões), com olhos vendados.Numa segunda fase, descobrir a palavra que era montada, e seguíamos, formando novas palavras, apenas trocando as letras de lugar e aos poucos aumentando a dificuldade e número de sílabas. Foram excelentes para recuperação de criança com
    dislexia.

  2. Ana, adorei os posts que vocês me enviaram.Será muito útil as minhas crianças.Obrigada e um grande abraço.Quando puder vou conhecer a reab. Risenilde.

  3. Passo vela em um papel, escrevendo algo, sem que o paciente veja e entrego essa folha, aparentemente em branco e peço que o paciente pinte a folha, com giz de cera, lápis ou guache e aí a mágica acontece. Os pacientes ficam encantados. Ótimo pra trabalha leitura, atenção. ..Depois mostro como faço e o interesse pwla escrita aflora. Elea querem escrever tudo.

  4. Massinha de modelar ou massa caseira (feita junto com o paciente); escrever com pincel num espelho; cobrir a letra com formas obtidas de cortadores (o que trabalha força, destreza, coord. bimanual…), ou também com canudos picotados, lã, bolinhas de papel crepom, esponja picadinha; carimbos feito com vegetais ou com a ponta do cabo do pincel; com giz escolar na calçada.

  5. Tudo o que li de vcs é muito importante para trabalhar com deficiência. Adorei e já peço permissão para adaptar muita coisa.
    Parabéns

    Gratidão á todos
    Rose

  6. Que demais, algumas das dicas já fiz, e obtive muito sucesso!!! Incentivar a escrita de todas as formas são bem vindas.
    Só um detalhe: O termo correto quando nos referimos à LIBRAS, é (como a sigla quer dizer) Língua Brasileira de Sinais. Então como Língua deve ser referenciada assim, linguagem não é correto, além de ofender a comunidade surda 🙂
    Beijos!

  7. Ana amei suas dicas. Gostaria de saber como que faço para receber o livros com seus materiais, o preço enfim, estou muito ansiosa para obtê-lo.
    Parabéns pelo belo trabalho.

Deixe uma resposta para Lívia alves Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.