Brincar é coisa séria, e por isso mesmo todo o “delicioso” e complexo universo do brincar pode fazer parte da formação de profissionais das áreas afins de saúde e educação. Pois é, estes profissionais podem se tornar brinquedistas!!

Os brinquedistas são os profissionais aptos a montar, organizar, catalogar e atuar na brinquedoteca. Na formação para brinquedista os profissionais fundamentam-se nas bases científicas do brincar e conhecem o processo de desenvolvimento através desta atividade. Ao conhecer o brincar com suas nuances no desenvolvimento, o brinquedista está apto a mediar, planejar e organizar as atividades propostas na brinquedoteca.

Encontramos uma definição de brinquedista mais detalhada no site da Associação Brasileira de Brinquedotecas (ABBri): “Brinquedista é o profissional que estuda e compreende a dimensão lúdica do ser humano, cria e promove melhores condições para um brincar de qualidade na saúde, na educação e na sociedade

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

4 COMENTÁRIOS

  1. ” O brinquedista é o profissional apto a montar a brinquedoteca…”segundo suas palavras. Eu pesquiso e trabalho em brinquedoteca hospitalar e vejo que muitas delas são tocadas por psicologos, assistentes sociais ou voluntários, apesar de haver legislação respaldando o Terapeuta Ocupacional a atuar nesse espaço, aliás, é uma das poucas profissões que é obrigatório na brinquedoteca hospitalar.
    Penso que o texto poderia ter explicado que existe uma diferença entre os tipos de brinquedoteca, em uma brinquedoteca hospitalar, brinquedoteca terapêutica e em outras, o terapeuta ocupacional é o mais qualificado e o brinquedista vem auxiliar e contribuir muito bem nesse trabalho, assim como os demais membros da equipe.

    • Oi Eliania, você toparia escrever sobre isso? Acho que vc tem experiência e referências que podem ajudar muito nesse esclarecimento!! Qualquer coisa, entra em contato pelo contato@reab.me! Vai ser um prazer ler o q vc tem a dizer! Abração!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.