Cuidador da doença de Alzheimer: quais qualificações devem possuir (parte 2)

0
2927

O que faz um cuidador qualificado?? 

Em Dezembro fizemos um post  (clica aqui e confere!!) onde mostramos alguns pré-requisitos para um cuidador qualidicado. Hoje mostraremos outras atitudes que devem estar presentes em um bom cuidador.

  •  Cuidadores qualificados recebem na sua formação  informações sobre quais são as posições para a mobilização, tanto a posição dele e quanto a do seu paciente; reconhecem a força física necessária para a mobilização e como você tem que levantar um paciente com Alzheimer. Este conhecimento permite evitar pancadas, fraturas, quedas, desgaste físico e lesões de pele, tanto no paciente quanto no cuidador.
  • Bons cuidadores sabem uma ampla gama de atividades para realizar com seus pacientes. É importante enfatizar que esses cuidadores aplicam atividades a fim não só de distrair, entreter ou manter ocupado o paciente, mas também procuram estimular o paciente a através das atividades, atrasando assim os efeitos da doença e mantendo as competências e habilidades do paciente por mais tempo.
  • Esses cuidadores sabem os “riscos” de ser cuidador para a saúde, sendo assim, sabem cuidar de si com as atividades que lhes permitem quebrar a rotina e manter a saúde física e mental.
  • Cuidadores treinados têm segurança, confiança e sabem aplicar os primeiros socorros;  eles sabem quais são as diretrizes a serem seguidas e sabem manter a calma.
Fonte: alzheimeruniversal.eu 
Imagem: edyourdon

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.