Afeto na infância: terapeutas precisam prescrever os estímulos sensoriais do amor

0
274

Uma terapeuta uma vez me disse: “sabe o melhor estímulo sensorial que você pode dar a sua filha? um beijo!“. Que colocação poderosa; e, o poder é do tamanho que o afeto de fato tem na vida de uma criança, o que também inclui no processo de reabilitação/habilitação.

Você prescreve beijo?

Às vezes, como terapeutas imersos em teorias, abordagens e muito conhecimento clínico, podemos esquecer de prescrever uma “vida normal”: beijo, abraço, afeto! (obviamente, com respeito ao que é possível para essa criança, essa mãe, essa família..). Quando disso isso é com a empatia de quem entende que toque, beijo, abraço são demonstrações de afeto que para alguns pode não ser fácil.

Precisamos MUITO em qualquer especialidade de cuidado à um paciente e uma família lembrar do poder do afeto, da “necessidade” do carinho. Não podemos nos esquecer de prescrever o amor. Essa colocação pode até perecer piegas, mas ela tem uma verdade científica (para aqueles que precisam da ciência para justificar a vida).

Essa imagem, segundo nossa fonte, é da neurocientista Rebecca Saxe beijando o filho de 2 meses. É a primeira imagem de ressonância magnética do mundo que mostra a repercussão química da ocitocina nos cérebros da mãe e do filho. Um hormônio que tem relação também com os sentimentos de “apego e carinho”. Adote o beijo, o abraço, o carinho e a gentileza; aliás adote, como eu adotei, o “vá ser feliz nas pequenas coisas da vida”. Como é poderoso! como é bom! como significa cuidado! Pensem nisso, senhorxs terapeutas!

Inclusive, quero fazer um chamado público às terapeutas infantis que rodeiam minha vida (através e além do reab), vamos falar mais disso aqui? De como de forma prática podemos envolver essa criança, essa família em cuidados de terapia que incluem e/ou mostram o afeto em prática, através ou não dos estímulos sensoriais? @emilia.mlopes @entrefases.to@michelleterapiadecrianca#keiseseminstagram o chamado tá feito.
Fonte da imagem: @otaleonardo | Fonte do Conselho Inesquecível: @carlalvesmaciel

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.