Tecnologia que permite pessoas cegas enxergarem com a língua

0
598

Até onde a tecnologia assistiva pode ir a fim de fornecer soluções? A resposta é: até onde a criatividade e a tecnologia permitirem. Pelo menos, é o que pode ser visto claramente na história a seguir.

Emily Gossiaux foi atingida por um caminhão há alguns anos e perdeu a visão. Sendo uma artista visual, ela teve buscar novas maneiras de desenhar para continuar a ser um artista. Um dia, ela recebeu um telefonema da Lighthouse School (New York). Alguém chamado Ed queria que ela testasse uma tecnologia experimental, chamada BrainPort, que a escola estava trabalhando e isso iria ajudá-la ver de novo….. com a língua.

Basicamente, BrainPort consiste em um óculos de sol com uma câmera frontal e um fio ligado a uma peça do tamanho de um selo postal feito de titânio. Este pequeno pedaço que consiste de vários eletrodos é colocado na língua. As imagens capturadas pela câmera são enviados para este pequeno pedaço de titânio onde eles são convertidos em sinais elétricos, e enviada para o cérebro… assim a pessoa poderia ver!

Para quem quiser conhecer mais sobre essa tecnologia, pode ver o vídeo de Emily aqui no post ou ir no site da wicab.com.

COMPARTILHAR
Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE). Especialista em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design e Ergonomia (UFPE). Consultora em Tecnologia para Reabilitação.

DEIXE UMA RESPOSTA