Saiba mais sobre impressão 3D: os FAB LABs

0
522

Neste post trarei de uma forma mais aprofundada alguns dos conceitos referentes ao universo da impressão 3D. Quem quiser ler os conteúdos mais básicos postados antes, pode clicar aqui!  

A impressão 3D vem sendo apontada como possível responsável de uma nova revolução industrial, e você deve estar pensando o por quê. As impressoras 3D possuem uma grande capacidade de criar objetos, de maneira fácil, com alta capacidade de personalização e customização, em grandes ou pequenas quantidades, gerando um impacto direto na redução de custos do produto. Além de poderem ser produzidos por demanda, outro fator positivo é que esses produtos são sustentáveis, visto que na impressão são usados materiais que podem ser reciclados.

O movimento maker (também conhecido como “Makers”), como o próprio nome, remete ao verbo fazer ou a atuação dos ‘fazedores’. Trata-se de uma mudança do “Do it Yourself” (DiY) (“Faça você mesmo” em português) para o “Do it With Others” (DiWO) (Faça Junto a Outros). Essa mudança de nomenclatura significa um novo modelo de criação, a colaborativa, significa que atualmente qualquer pessoa tem a capacidade de criar, consertar, fabricar seus próprios projetos e compartilhar esses conhecimentos para auxiliar outras pessoas.

Dentro deste contexto, temos os FAB LABS. Criados no MIT, trata-se de uma rede mundial de laboratórios de fabricação digital em que são disponibilizados ferramentas como máquinas de corte a laser, impressoras 3D, softwares de modelagem, digitalizadores 3D responsáveis pela captura de objetos físicos para os meios de modelos digitais, colaborando com a ideia de que qualquer pessoa pode ter a capacidade de criar. Para completar o conceito de Fab Lab, além da disponibilização de ferramentas, há a conexão destes laboratórios de fabricação ao redor do o mundo, possibilitando o compartilhamento de projetos,ideias e conhecimentos.

Pelo Brasil já existem vários Fab Labs.O programa de televisão Fantástico apresentou uma reportagem onde foi mostrado o conceito de Fab Lab, contando inclusive com a participação da Terapeuta Ocupacional Maria Cândida de Miranda Luzo. Na reportagem foi mostrado o processo de criação de uma prótese impressa em 3D para um menino chamado Ítalo, portador de má-formação congênita e que ainda não havia a tido a possibilidade de utilizar órteses. A reportagem, além de demonstrar a importância do uso destas novas tecnologias para a reabilitação, demonstra a importância do acompanhamento de um profissional adequado e de pessoas que possuam o conhecimento destas novas tecnologias, colaborando com a ideia central do movimento maker, o compartilhamento de conhecimento e de ideias.

Para saber se há algum FAB LAB perto de você segue o link
http://redefablabbrasil.org/

Segue o link para quem quiser assistir a reportagem:
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/fab-lab/noticia/2016/03/fab-lab-faca-voce-mesmo-projeto-produz-protese-de-mao-para-garoto.html

COMPARTILHAR
Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE). Especialista em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design e Ergonomia (UFPE). Consultora em Tecnologia para Reabilitação.

DEIXE UMA RESPOSTA