Pesquisas criam ressonâncias mais sensíveis à injúrias cerebrais

0
2301

Um dos avanços de pesquisa mais interessantes é um novo tipo de exame cerebral que pode ver como a lesão cerebral traumática moderada, causada por explosões de bombas, afetam córtex. O pesquisador, Dr. Mingxiong Huang, está apresentando suas descobertas em uma conferência esta semana.

Cerca de um terço dos veteranos que chegam para tratamento no centro médico do veteranos são diagnosticadas com TCE. O Dr.Huang disse que a ressonância magnética normal percebe certas as mudanças traumáticas em cerca de 10 por cento dos casos.

Huang disse que sua técnica de imagem de ondas lentas pode identificar até 90% das mudanças no cérebro de pessoas que sofreram lesões cerebrais traumáticas.  Ele espera usar a técnica para ajudar nos tratamentos.

“Ser capaz de ver exatamente onde o cérebro foi lesado é muitoimportante”, disse Huang, “Você pode realizar pré e pós-intervenção exames para ver qual parte do cérebro que foi alterado.”

A investigação está em curso com os tratamentos mais eficazes para os milhares de membros do serviço que que sofrem de TCE leve e regressam de zonas de combate.

Estima-se que 15% dos veteranos não se recuperam dentro de alguns meses.

Dr. Baker Dewleen da UCSD trabalha com os veteranos na Faculdade de Medicina Centro de Veteranos. Ela disse que, sem uma rigorosa análise, os médicos não podem dizer se há um problema fisiológico quando o paciente se queixa de sintomas persistentes, como dores de cabeça, dificuldade de focalização, ou problemas de memória.

“É muito difícil dizer a alguém: ” Não, você não está sendo verdadeiro “, até que você realmente tenha um bom teste”, disse ela, “É por isso que estou tão animada com o que o Dr.Huang está fazendo, porque ele tem um base objetiva. ”

Baker disse que novas varreduras com ondas lentas têm fornecido evidências fisiológicas de mudanças no cérebro de pacientes que dizem ter sintomas e de outros pacientes que se recuperaram.

Fonte e foto: kpbs.org

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.