Passo-a-passo para vestir pessoas paraplégicas e hemiplégicas (pós-AVC)

1
18957

Orientar como as atividades diárias podem ser feitas de forma segura e entender como realizá-las é um processo obrigatório quando lidamos com uma condição de saúde na qual a mobilidade está comprometida. A série de imagens abaixo pode ser usada por terapeutas, familiares e acompanhantes que estão vivendo esse processo junto à pessoas pós-AVC com hemiplegia (ou hemiparesia – o parético ainda tem certa mobilidade), que tem a mobilidade de todo um lado do corpo comprometida, ou pessoas com paraplegia, que tem não tem mobilidade nos membros inferiores.

Todas as imagens são do site Therapy Library e correspondem ao passo-a-passo para:

Vestir o sutiã na hemiplegia

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.27.15

Vestir a calça hemiplegia (e também serve para a meia)

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.27.52

Vestir a blusa na hemiplegia

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.28.39

Despir a blusa na hemiplegia

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.28.59

Vestir a calça na paraplegia

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.29.15

Vestir a meia na paraplegia

Captura de Tela 2013-11-01 às 09.29.29

 

Esse post não pretende substituir a orientação de profissionais da Reabilitação. É super importante que o paciente seja avaliado por esses profissionais para que as condições físicas e do ambiente permitam essa atividade com segurança. Ah, vale ressaltar também que essas ilustrações são sugestões, podem existir outras formas de realizar as atividades acima. Isso pode ser conversado e orientado pelo profissional que te acompanha. Lembrando que o profissional mais capacitado para trabalhar atividades cotidianas, como o vestir, é o terapeuta, mas o fisioterapeuta também tem grandes contribuições para a preparação motora do cliente.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

1 COMENTÁRIO

  1. Gostaria de parabenizá-la pelo site, muito interessante e bastante funcional acompanhando a modernidade do momento, meus parabêns mesmo viu?

    Ass.: Ft. José Ricardo V. Júnior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.