O uso do telefone na doença de Alzheimer: entenda quais as dificuldades e como facilitar o uso desse aparelho

3
5787

A doença de Alzheimer gradativamente afeta a participação cotidiana. As atividades mais simples vão se tornando mais complexas à medida que a doença progride. Ah, entenda-se que o emprego da palavra “simples”  aqui se dá pensando na rapidez e facilidade que o cérebro processa e responde a imensa demanda de sinapses envolvidas nas tarefas mais comuns, porque as atividades podem até ser bem comuns, mas não são simples de executar. Na presença da doença de Alzheimer o funcionamento cerebral decai e tudo o que antes no cérebro funcionava de uma forma rápida, direta e eficaz, precisa funcionar de outra, com vários obstáculos às sinapses cerebrais.

E, é assim que uma atividade tão simples como usar o telefone torna-se complexa e difícil. Pesquisando sobre isso, encontramos algumas explicações o orientações no site da Fundação Espanhola de Alzheimer:

1 – Por que usar o telefone é cada vez mais problemático na progressão da doença de Alzheimer?

Usar o telefone é uma atividade complexa. Você tem que lembrar o número da pessoa que vai ligar, o que requer memória. Você tem que discar os números, o que requer coordenação psicomotora. Precisa falar, comunicar uma mensagem e terminar a conversa, o que requer várias habilidades cognitivas relacionadas à linguagem. Com o decorrer da doença, essas e outras habilidades que caminham junto destas para um perfeito comportamento social ficam comprometidas.

Falando em comportamento social, lembre-se que se esse recurso é um meio social de contato do doente com familiares e amigos, ele deve continuar a ser usado. Estimular o idoso a manter essa atividade e ajudá-lo nas dificuldades na hora do uso é importantíssimo para mantê-lo em contato com pessoas queridas. Para buscar maiores orientações de adaptações (do aparelho ou de essas e de outras tarefas cotidianas, procure um terapeuta ocupacional).

2 – O que você deve prestar atenção?

Vários elementos podem traduzir as crescentes dificuldades que na hora de usar o telefone:

– a dificuldade para memorizar números ou resgatar na memória números conhecidos.

– falha na hora de discar o número correto.

– deixar o telefone fora do gancho por não saber o que fazer ao atender.

– desligar antes que a chamada termine.

– não atender quando o telefone toca.

Cada um desses acontecimentos chamam atenção quanto a dificuldade de usar o telefone. Fique atento ao aparecimento gradativo desses sinais e busque adaptar essa atividade antes que a pessoa comece a evitar o telefone.

3 – O que pode ajudar diante dessas situações que o uso do telefone começa a ficar comprometido?

Dica 1: criar uma lista dos números mais utilizados. Uma lista pequena com 5 a 6 principais números que podem ser colados ao lado do telefone.

Dica 2: Se necessário, discar o telefone para ele e deixá-lo falar com a pessoa chamada.

Dica 3: Se necessário, usar um aparelho de telefone mais fácil de usar. Existem telefones de várias marcas com números e botões maiores, que são mais indicados. Olha alguns exemplos:

vc telefone2
Normalmente, lojas que vendem aparelhos de telefone conhecem esse tipo de aparelho. Não é difícil de encontrar!

Existem telefones que podem ser programados para ligações praticamente automáticas, associando um dígito a um número de telefone. Esse tipo de facilidade pode ajudar mais na frente se a pessoa for treinada para isso.

Fuja de telefones muito sofisticados, eles podem ter detalhes demais e mais atrapalhar que ajudar.

Dica 4: Esteja atento ao tempo que ele e a pessoa da chamada estão no telefone. Lembre-se sempre de orientar os amigos e parentes que vão manter o contato telefônico que a conversa deve sempre ter perguntas, respostas e histórias curtas. É necessário deixar a informação chegar com clareza. Ah, e também dar tempo para a pessoa falar; se ele não fala a chamada é perdida. Ele não se comunicou, nem foi estimulado para isso.

Incentive também o contato de outras formas, como por carta (ou quem sabem até por email). Manter o contato com outras pessoas enquanto incentiva a socialização é uma excelente forma de inserir atividades na rotina de uma pessoa com Alzheimer.

Outros posts que podem te interessar:

Usando a agenda telefônica para fazer atividades com os clientes com Alzheimer.

Para Sempre Alice: leitura obrigatória para quem convive com a doença de Alzheimeimer

Fonte: alzfae.org

Imagem destaque: zigazoe76

 

Conheça os cadernos de exercícios Reab.me!! 

cadernos

 

Você já se inscreveu no nosso canal do Youtube? Olha esse vídeo sobre “Rotina do Idoso”!

– O idoso com demência pode ficar deitado durante o dia?
– O cuidador pode usar jogos infantis ao longo do dia com o idoso com demência?
– O idoso com demência pode fazer várias terapias na sua rotina de cuidados?

 

 

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

3 COMENTÁRIOS

  1. Ana, bom dia!
    Parabéns pelo conteúdo da matéria.
    Aproveito para comentar que o telefone com fio Tok Fácil ID é possível utilizar além das 03 teclas de discagem automática outras 10 teclas com funcionalidade mais amigável para discar para contatos personalizados.
    Abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.