O uso da religião é parte importante do tratamento de Terapia Ocupacional

1
5537

Pesquisa publicada no The Open Journal of Occupational Therapy sugere que os programas de educação devem preparar melhor os graduados para observar as questões religiosa através da lente da análise de tarefas e não como uma discussão de religião e espiritualidade.

As crenças religiosas e espirituais influenciam a saúde e a qualidade de vida de uma pessoa. Estudos anteriores descobriram que as pessoas religiosas são mais saudáveis ​​e requerem menos acesso aos serviços de saúde e que os clientes desejam que suas necessidades religiosas e espirituais sejam abordadas como parte de seu plano de cuidados.

Este estudo utilizou um projeto de pesquisa descritiva para explorar as atitudes e comportamentos de terapeutas ocupacionais em relação à observância religiosa na prática clínica. A pesquisa produziu 181 respostas de uma amostragem aleatória de membros da American Occupational Therapy Association.

O estudo descobriu que, enquanto a maioria dos inquiridos achava que a observância religiosa era uma ocupação importante, raramente ou nunca abordava observância religiosa na prática clínica devido a razões como o contexto do trabalho e a sensibilidade do tópico.

Quer ler o artigo completo? Use Of Religious Observance As A Meaningful Occupation In Occupational Therapy, Kelly Thompson, Bryan M. Gee, Sara Hartje. The Open Journal of Occupational Therapy 

Imagem: Freepik

FONTEThe Open Journal of Occupational Therapy 
Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.