O cuidador precisa gostar das atividades prescritas para o idoso?

0
483

Você já prescreveu alguma atividade para fazer fora da terapia e percebeu que não foi realizada ou que o resultado foi inferior ao possível, mesmo com orientação e assertiva do cuidador que tinha compreendido como fazer? Esse tipo de resultado “insatisfatório” pode ter relação com várias variáveis, dentre elas o interesse do cuidador com o exercício, atividade ou passeio proposto pelo terapeuta.

Ao escolher atividades que devem ser feitas em conjunto entre cuidador e idoso, é importante considerar atividades que sejam prazerosas para ambos. Não podemos nunca esquecer que eles funcionam, em certos momentos, como um só.

Devemos investir em atividades prazerosas e satisfatórias para ambos, assim, garantimos um maior engajamento e maior tentativa de incluir aquela atividade na rotina de estimulação e cuidado.

O caminho do cuidado precisa de leveza e prazeres porque os desafios são grandes demais, mesmo para quem é contratado.

Sempre que possível, busque sugerir alguma atividade que também envolva a participação e engajamento do cuidador, lembre-se de conhecê-lo, deixá-lo à vontade e motivado para ser parte ativa (e, muitas vezes, decisiva) no processo de estimulação que acontece fora da terapia.

Se você não conhece nosso canal no youtube, clica aqui e vai ver mais! =)

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.