Nomes comuns e pessoas que conheço

4
2918

É Mariana sua irmã, sua amiga ou sua ex-aluna?” Alguém poderia me fazer uma pergunta dessas porque, simplesmente, tenho várias “Marianas” na minha vida.  E, foi essa situação que fez “acender uma lâmpadazinha” (vulgo, ter uma ideia =P ) para essa atividade de hoje (lembrando: estamos no “janeiro de exercícios”, um exercício por dia, aproveita!!).

A atividade consiste em:

Fazer com o cliente uma lista de nome de pessoas. Vamos tentar não induzir que sejam pessoas conhecidas, certo? Até porque acho que isso surge inconscientemente.

– Em seguida tentar relacionar os nomes da lista com pessoas conhecidas do cliente. Estimule-o a relacionar com familiares, amigos, vizinhos, conhecidos do trabalho ou do cotidiano (vale o porteiro, um garçom, uma lavadeira antiga… enfim, tente ajudá-lo a fazer os links).

Só essas etapas podem dar um bom material para uma sessão ou até mais, e se o tema motivar, pode-se fazer relação com características físicas, lugares, procurar fotografias de pessoas queridas… ufa!!!  Muita coisa boa!!! =)

P.S: Se alguém tem uma ideia de exercício legal, envia para gente!!! Basta até um tema que seja interessante. De repente, você manda a ideia e a gente trabalha em cima dela. Já fizemos isso pelo twitter (@reabcognitiva , sigam-me os bons!!) e o tema sugerido transformou-se em atividade. #muitobom

Foto: nicolasnova

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

4 COMENTÁRIOS

  1. Ana mais uma vez te parabenizo..tenho te divulgado muito aqui no Sul. Fiz concurso para UFSM e acredita que caiu o tema Reabilitação Cognitiva? Amei e passei!! Muito sucesso pra vc.Ainda pretendo te mandar umas atividades, agora tô com mais tempo para digitar e mandar beijão Kayla Ximenes sua conterrãnea que mora em Porto Alegre e já foi no parada obrigatória há muotos anos kkkkk

    • Oi Kayla, que bom ter notícias suas!!! E boas notícias é melhor ainda, parabéns pelo concurso! Tomara mesmo que vc tenha mais tempo para escrever. Ah, e os meninos da “Habagaceira” estão com CD novo, o nome da banda mudou (Outro Sim), mas as músicas estão bemmmmm legais, e tem composição do meu lindo namorado! kkkk =) Bjo Ana K.

  2. Tenho 43 anos e no meu tempo de menina, uma de nossas brincadeiras para os dias de chuva era STOP. O número de jogadores é ilimitado.Escolhe-se um tema (ex.: nomes,animais, frutas…)As letras do alfabeto serão mentalizadas sequencialmente por quem começa o jogo, ete dirá em voz alta apenas “A’ e o resto das letras (b,c,d,e,f…) são mentalizadas por ele, até que alguém diga STOP e então o outro diz em que letra ele estava quando foi dado o STOP, a partir dai os participantes devem escrever palavras que comecem com aquela letra, conforme o tema escolhido. Ganha o jogo quem escrever mais palavras. Fiz esta experiência, porém adaptei a minha realidade.Jogeui com marido porém de forma oral, pois ele não conseguiria escrever e força-lo iria estragar a brincadeira, foi muito bom, porque eu aprontei umas pegadinhas com ele, para testá-lo mesmo. Veja só : Temas :Nomes de homem que comecem com “J”, fomos falando alternadamente até que eu disse “JILSON”, ele logo respondeu não começa com “J”, mas sim “G”. Achei fantástico, pois ele foi rápido e pelo tipo de lesão no cérebro que ele teve está muito bem, se eu fosse acreditar no que os terapeutas diziam, ele estaria estagnado. Bem, mas vc pode dizer que Jilson era fácil, ôpa Gilson. Mas, o detalhe é que inventei outra, nomes de mulheres que começam com a letra “S”, e joguei SILENE, na hora ele parou e disse que começava com “C”, essa fiz de propósito porque de repente a Cilene que eu conhecia podia se escrever com ‘S”, e´aÍ ! Bem, esta é a minha dica, baseada na adaptação de um jogo que nos divertimos muito. Um abraço e, olha que não deveríamos parar no mês de janeiro. Vamos em frente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.