Existem intervenções não-farmacológicas específicas para cognição, você sabia?

0
427

O tratamento para cognição nem sempre inclui usar remédios. Terapeutas que visam melhorias relacionadas às funções mentais, usam os chamadas ” intervenções não-farmacológicas” para buscar resultados enquanto cuidam do paciente.

Os “Tratamentos orientados para a cognição’ (tradução livre de ‘Cognition-oriented treatments’ (COTs), é um termo amplo que se refere a um grupo de intervenções não-farmacológicas (INF). Ou seja, os terapeutas aplicam uma variedade de técnicas para engajar as funções mentais com vários graus de amplitude e especificidade.

Você provavelmente pode ter ouvido falar das intervenções não-farmacológicas, mas esse termo é usado principalmente quando se busca resultados comportamentais (por exemplo, perambulação – “o andar sem objetivo”), emocionais (por exemplo, ansiedade) ou físicos (por exemplo, sedentarismo). No caso do grupo de COTs, os objetivos incluem manter ou melhorar o processos cognitivos ou abordar o impacto desse comprometimento na capacidade funcional na vida diária, ou seja, na capacidade de realizar de forma satisfatória as atividades do cotidiano.

Na Terapia Ocupacional o tratamento das disfunções da cognição sempre caminham com o olhar e ações que consideram o desempenho das pessoas nas ocupações que são significativas. É um tratamento que também não conta com medicações, mas que pode promover funcionalidade remediando os déficits ou os melhorando, a depender da condição e contexto que o paciente e a família estejam inseridos.

Precisamos sempre conversar e respaldar os meios utilizados para tratar os pacientes, de forma que os envolvidos nesse processo (o que inclui a família) compreendam que esses tratamentos não-farmacológicos são também formas de chegar a resultados e, inclusive, podem ajudar a medicação a ter impacto na vida dos pacientes e famílias.

Ah! Aproveita e vai conferir um vídeo com dicas de como usar nosso jogo  de cartas “Qual a pergunta?” que é GRATUITO lá no canal do Youtube, a TV Reab.
Baixe o jogo gratuitamente clicando aqui!

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.