Estudo mostra eficácia da estimulação cognitiva em crianças com Paralisia Cerebral

2
9060

Crianças com Paralisia Cerebral frequentemente apresentam déficits cognitivos na atenção, habilidades espaciais e perceptivas como um todo, funções executivas e memória de trabalho, de modo que um grupo de pesquisadores analisou o efeito do tratamento de estimulação cognitiva em uma amostra de 15 crianças com paralisia cerebral.

As crianças com idade média de 8 anos foram classificadas usando Gross Motor Function Classification System (GMFCS) no nível I (n = 6), Nível II (n = 4), Nível III (n = 2) e o nível V (n = 3). Os déficits cognitivos foram avaliados pela Escala Wechsler de Inteligência para Crianças (WISC-IV) e do Teste de Desempenho Contínuo (CPT-II), e questionários foram também administrados com pais e professores, o Behavior Rating Inventory of Executive Function (BRIEF) e  Escalas de Avaliação de Conners (CPRS-48 e CTRS-28).

Neste estudo as crianças foram submetidas foi a um programa de estimulação cognitiva por duas horas semanais durante oito semanas. Os autores encontraram diferenças estatisticamente significativas após a aplicação do tratamento de estimulação cognitiva na taxa de raciocínio perceptual do WISC-IV. Nenhuma diferença foi obtida antes e depois do tratamento no Conners. Também não houve diferenças nos resultados do GMFCS e do WISC-IV. Portanto, podemos concluir que o desempenho cognitivo de crianças com paralisia cerebral melhorou após a implementação de um programa de Reabilitação Cognitiva.

Quer saber mais sobre este estudo? Rev Neurol. 2014 Nov 16;59(10):443-8. Clique aqui.

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.