Estudar música preserva habilidades cognitivas

0
2644

Idosos que aprenderam a tocar instrumentos na infância se saem melhor em testes de memória, mesmo que não pratiquem há anos.

Colocar o filho em uma escola de música pode melhorar suas habilidades cognitivas na fase adulta. Essa é a conclusão do estudo da neuropsicóloga Brenda Hanna-Pladdy, da Universidade Emory, em Atlante, e sua equipe. Eles recrutaram 70 voluntários entre 60 e 83 anos e formaram dois grupos: os que aprenderam a tocar instrumentos musicais na infância – e mantiveram o hábito por dez anos ou mais – e os que não foram iniciados musicalmente. Em seguida, todos os participantes realizaram diversos testes relacionados à memória e a capacidades cognitivas. Após analisarem os resultados, os cientistas descobriram que as pessoas do primeiro grupo apresentaram pontuação significativamente mais alta do que as do segundo. Agora os pesquisadores querem entender melhor esse processo e verificar se outros aprendizados, como o de um segundo idioma, podem ajudar a preservar a saúde mental de idosos.

Ana P.

Fonte: Mente e Cérebro

Foto: esc861

Sou terapeuta ocupacional de formação, comunicadora por dom e experiência ao longo dos 10 anos frente ao reab.me; empresária que aposta na produção de produtos e conteúdos significativos e com propósito para ajudar as pessoas que precisam dos cuidado da reabilitação. Editora-chefe do Reab.me. Terapeuta Ocupacional (UFPE) com especialização em Tecnologia Assistiva (UNICAP). Mestre em Design (UFPE). Sou autora de 4 livros de exercícios para estimulação cognitiva que servem como material de apoio em contextos terapêuticos que visam a manutenção ou melhora de disfunções cognitivas. Sendo eles: - 50 exercícios para estimulação cognitiva: o cotidiano em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a culinária em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva: a família em evidência; - 50 exercícios para estimulação cognitiva de crianças com dificuldades de aprendizagem. No mais, sou Ana, esposa de Fábio, mãe de Olga e Inácio. Praticante de meditação e yoga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.